Anúncios

Leituras do presente

Via José Faro

Um bom roteiro de leituras sobre as manifestações de protesto que tomaram conta da vida brasileira nos últimos dias penso que deve começar pela reflexão que a repórter do jornal El País fez sobre o desencanto de milhares de brasileiros com a mitologia criada em torno do nosso milagre econômico. Os governos do PT podem ter alavancado a distribuição da renda, promovido o acesso de muitos à sociedade de consumo, à bobagem da universidade privada, mas não conseguiram criar nem a mística nem a realidade do desenvolvimento social pleno. Somos o império dos interesses privados, a latência de um universo arrivista e financeiro. A estabilidade econômica é, em si mesma, um blefe. O resultado está aí nas declarações do “governador” e do “prefeito” – que mais parecem dois sonâmbulos do que dois admistradores públicos.
Depois do texto de María Martin, sugiro a leitura do comentário, também publicado no El País, de Juan Arías sobre essa aparente surpresa demonstrada pelos movimentos de rua. Em Brasil ya tien seus indignados, o correspondente do jornal espanhol aponta os índices crescentes de insatisfação que alimentam a luta que transformou 20 centavos em bandeira da revolta generalizada, mas que é recolhida em suas diversas dimensões pela própria diversidade cultural e política da nossa modernização defeituosa. Esse é o tema de suas matérias muito interessantes, uma do blog Outras Palavras (Quatro mitos sobre os protestos), outra do Estadão (Por dentro da ‘tropa de choque’ dos protestos, pdf).

Nem tudo, no entanto é surpresa. O mesmo Outras Palavras traz nesta sua última edição uma ótima entrevista com David Harvey sobre As cidade rebeldes: laboratórios explosivos criados pelo grande capital e que só a estultície de Geraldo Alckimin não vê. Além desse texto, vale a pena lerAs origens da violência, texto no qual os editores do Mediaquatro mostram como a brutalidade encontra-se enraizada na polícia militar paulista, como uma síndrome que a acompanha desde a chacina do Carandiru em 1992.

Anúncios

Tags:, , , , , , , , , , , , ,

Categorias: Atena, Educação e História

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: