Anúncios

Mais amor, por favor

Nesse tempo todo no universo pré e pós jornalístico e também de quatro anos de Pandora, eu sempre quis mudar o mundo. Achei, na minha maior inocência, que ia conseguir. Mas não vou. Nem ninguém vai, nunca. O mundo é muito grande, as pessoas muito egoístas e acomodadas e convenhamos, o mundo não quer ser mudado. Não é depressão ou pessimismo, é realismo. Juro.

Tem tanta coisa errada, não dá pra saber o que fazer. É frustrante pra quem escolheu o jornalismo querendo dar uma de super herói. Depois que me formei e ainda mais depois que fiz um curso de Direitos Humanos, tenho certeza que é impossível mudar o mundo. Por isso, eu vou mudar minhas atitudes. E por que você também não muda? Às vezes é muito melhor não assistir jornal e ficar achando que o lá fora existam fadinhas.

Conhece aquele “Mas vai que… né?”? Minha mãe sempre me conta uma história que ela ouviu não sei aonde, de não sei quem: Era um cara que estava andando na praia, jogando de volta as estrelas do mar que ficavam “encalhadas” na areia. Haviam milhares delas, e por isso o amigo disse algo como: não vai fazer diferença nenhuma. Foi daí que o outro respondeu: Mas para aquela estrela vai fazer toda a diferença do mundo.

É o que Gandhi dizia, né. Seja você a mudança que quer ver no mundo.

Mas eu não vejo ninguém querer mudar a postura. Cada pessoa mal humorada no elevador. Ou aquela mulher que o marido dormiu de calça jeans, amaldiçoando todo mundo, mesmo não estando na tpm. Sem falar na ignorância brasileira.

Somos meio incapazes de salvar todas as crianças-soldados que estão roboticamente lutando, matando e sangrando. Mas dá pra salvar uma parcela minúscula da sociedade com pequenas atitudes que transformam pelo menos o nosso dia a dia. Ou um só dia. Como por exemplo:

  • Custa dar Bom dia no elevador? Ninguém tem culpa que você está indo trabalhar às 7h da manhã no feriado. Aliás, você tem que agradecer que tem um emprego e um salário no final do mês para comprar comida.
  • Pareço uma tiazona sonhando com pessoas educadas. Bom, eu queria que existisse pelo menos uma educação básica, daquelas frases que a gente aprende em livros no jardim de infância. Além de Bom dia, Obrigado, Por Favor, Com Licença são outras palavrinhas que se pronunciadas com afabilidade não vão fazer sua boca sangrar. Quer passar na frente? Peça com gentileza.
  • Sem olhares tortos para gays e deficientes. Podia ser você. Não precisa aceitar, gostar, amar e babar. RESPEITE.

Reprodução

Mais compaixão

  • Pelo amor de Deus, deixem as pessoas do metrô saírem antes de você entrar. Vamos ser um pouquinho civilizados e mostrar que somos um tiquinho educados antes mesmo da Copa começar. O que os gringos vão pensar?

Mais responsabilidade

  • Não beba e dirija, você não vai parecer “bacana”e sim babaca em colocar a sua vida e a de outros em risco.
  • Use camisinha. Parece careta, mas quanta gente não engravida por aí (ou acha que sim e passa o maior desespero). Fora que se você não for economicamente  – e psicologicamente – estável, vai cuidar de um bebê como?

Mais Felicidade

  • Outra coisa. Se você sentir vontade de comer pastel, coma. Eu sei que tem colesterol, mas aí depois você pode dar uma volta no quarteirão ou andar de bicicleta, não importa. O que  importa é você não reprimir suas vontades, desejos e sonhos. A vida taí pra ser vivida, faz o favor. Claro, não vai se rebelar e virar um psicopata e achar que pode fazer o que der na telha. Mas certeza que o mundo seria mil vezes melhor se as pessoas fossem mais felizes e fossem em busca da felicidade. E ela pode ser encontrada na simplicidade. Ser simpático com os outros é uma forma de atrair coisa boa. Quanta gente com cara de mal amado, de mal com a vida? Dá até medo. #SaiExu
    E sem ter inveja da felicidade alheia. Muito mais fácil inventar seus próprios sonhos do que invejar os sonhos dos outros. Não vem dizer ai que invejinha, vá em busca de suas próprias conquistas. E vamos ser feliz, por favor. To implorando.

p.s.: Se der, eu sei que é pedir muito, mas se der e quando der, recicle. O meio ambiente e seus futuros netos agradecem o ar menos podre que vão respirar.

Anúncios

Tags:, , ,

Categorias: Crônicas do Olimpo

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: