Anúncios

Por que você não faz nada?

Por Lucas  Marcelino

Dois fatos – dentre inúmeros outros – me chamaram a atenção com uma importância à parte. A tentativa de estupro. Sim, tentativa de estupro, e o reinício da campanha pela redução da maioridade penal. E o principal que me chamou a atenção foi a visão da opinião pública sobre os casos.

Amigos me chamarão de defensor de bandido, vão perguntar se fosse um amigo meu que tivesse morrido o que eu faria, etc. Amigos perguntarão se fosse eu com uma mulher daquelas se não faria a mesma coisa. Vou dizer que não e me chamarão de bicha, perguntarão se eu não gosto de mulher. Alguns outros ainda vão me mandar para Cuba, vão me associar ao PT e vão dizer que eu como criancinhas (não por ser pedófilo, mas por ser comunista).

Mas eu não vou me importar, porque sei que esses daí não fazem nada.

Não fazem nada quando veem uma mulher ser agredida verbal ou fisicamente. Quando um homem diz no transporte público “em casa você vai ver” ou quando força a mulher a sentar enquanto ele fica em pé para que outros homens (e mulheres) não olhem para ela. Quando veem um cara empurrar uma mulher na parede da balada ou da festa da faculdade forçando a beijá-lo.

Vocês não fazem nada.

Quando veem uma criança pedir dinheiro no farol com uma garrafa de thinner ou cola de sapateiro, quando veem um jovem dormindo ao relento no centro da cidade numa madrugada fria enquanto vocês voltam da balada, quando veem a polícia parar um jovem negro na quebrada e “sentar a porrada”.

Vocês não fazem nada.

Quando um diretor de teatro enfia a mão por dento do vestido de uma mulher numa clara tentativa de estupro, depois tira o membro sexual e mostra para todos os presentes. Vocês não fazem nada.

Quando um jovem é assassinado e um apresentador de televisão fica repetindo a cena do crime às seis da tarde e blasfemando contra o autor do crime – que com certeza não vai pra igreja –, quando o governador diz que vai propor a redução da maioridade penal para manter jovens mais tempo na cadeia. Vocês não fazem nada.

Um ou outro diz que a mulher estava pedindo, diz que no programa dela só trabalha vagabunda, diz que não foi nada sério (assim como nos trotes racistas, machistas e homofóbicos nas faculdades).

Um ou outro diz que vagabundo tem que morrer, que o Brasil é uma bagunça, que vai virar bandido porque vai viver melhor (mesmo nunca tendo passado a menos de 5 Km de uma penitenciária ou de uma favela).

Eu me pergunto e reflito profundamente: por que vocês não fazem nada? Por que deixam uma visão de mundo de uma classe elitizada e preconceituosa – da qual a maioria de vocês e dos brasileiros nem faz parte – ser a sua visão de mundo? Por que aceitam opiniões sem antes fazer a reflexão do quê, por quê, pra quê? Por que repetem ideias que não entendem a causa e o efeito delas?

É por que vocês não fazem nada?

Eu, pelo contrário, já fiz algo enquanto escrevia este texto.

Comecei a me preocupar. Porque vocês não fazem nada!

Anúncios

Tags:, , , , , , , , ,

Categorias: Editoriais, Metalinguagem

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Por que você não faz nada?”

  1. mmm
    2 de maio de 2013 às 12:37 #

    Lucas Marcelino,
    Primeiramente parabéns! Segundamente, espero ver mais comentários e ações surgindo sempre, movendo o cérebro das pessoas, e também a atitude.
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: