Anúncios

“O lugar escuro”: quando a sanidade brinca de se esconder

Por  Thaís Teles

De repente, os momentos, nomes e a vaga lembrança de conhecer pessoas queridas desaparecem da mente. É como estar em frente a um álbum de fotografias e as imagens sumirem sorrateiramente. Atualmente, o mal de Alzheimer é uma doença incurável e alguns tratamentos proporcionam pequenas melhorias, como o retardo do declínio cognitivo.

A mãe da jornalista Heloisa Seixas foi uma das vítimas da doença. Com o corpo são e a mente totalmente devastada pelos sintomas da doença, Heloisa se debruçou nas incertezas e angústias vividos por ela e a família em decorrência da doença da mãe. Tais momentos se configuraram na obra “O Lugar Escuro”, lançado em 2007. Segundo entrevista concedida no ano de lançamento da obra ao jornal Folha de S. Paulo, a jornalista afirma que depois de sentir raiva do comportamento da mãe no começo da doença e achar que “ela estava brincando comigo”, Heloisa conseguiu mergulhar fundo nessa incompreensão de modo a reverter o furor que sentia em compaixão.

“Eu própria vivi, a vida toda, na fronteira”, afirma. O marido que a trocou por outra mulher e as consequências de um casamento mal sucedido são algumas das situações exploradas pela autora que, a partir de janeiro de 2013, serão revitalizadas no palco. Mais do que expor a condição da mãe perante a doença, no teatro, a intenção de Heloisa é explorar o desenrolar da relação familiar perante a situação.

Misturando ficção e realidade, “O Lado Escuro” estreia dia 4 janeiro no SESC Copacabana, no Rio de Janeiro e, segundo a jornalista, reviver a experiência não é nada fácil e a dica que dá para quem se vê na mesma situação por ela vivenciada é “Na pior das hipóteses, leve na brincadeira. Muitas vezes, as alucinações causadas pela doença são engraçadas. Então, ria.”

Créditos: Revista Época e Folha de S. Paulo

Anúncios

Categorias: Atena, Teatro

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: