Anúncios

Jack Johnson & Friends: Best of Kokua Festival

Por Felipe Perazza

Fico feliz quando alguém descobre e desenvolve seu dom. Mas fico ainda mais feliz quando alguém decide usar seu dom para o mundo. Servir seu mundo e as pessoas com o que você tem de mais sagrado é uma forma nobre de viver. Só grandes Mestres Iluminados fazem deste sistema seu estilo de vida.
Jack Johnson descobriu seu dom musical quando quebrou a perna numa manobra engenhosa do universo. A vida ao lado do violão o conduziu a lugares ainda mais incríveis do que a prancha poderia prover. Logo, o surfista percebeu que seu dom deveria ser utilizado em prol de algo maior. Servir aos menos afortunados trouxe ao cantor sua realização suprema nesse mundo transitório. Ao lado da esposa, ambos criaram a Kokua Foundation, uma ONG que busca ajudar crianças e escolas carentes do Havaí.
Para impulsionar as ações sociais do grupo, o casal logo criou o Kokua Festival em 2004, um evento destinado a arrecadar fundos e transmitir 100% deles à organização. Talvez um dos segredos da luz sobre Jack Johnson seja a quantidade de bons amigos que ele tem. E grande parte dessws amigos fez parte do Line-Up de todos os eventos, desde 2004 até hoje.
O disco “Best of Kokua Festival” traz os melhores momentos dessas ocasiões tão especiais. Johnson apresenta seus amigos em cada faixa. Alguns deles são companheiros de velhas baladas, como G. Love que canta com Jack a excelente canção Mudfootball, além de Paula Fuga, numa bela apresentação de Better Togheter. Outras figuras novas são tão bem-vindas como inesperadas, como o grande músico Eddie Vedder (Pearl Jam) que solta a voz em Constelations e no encerramento emocionante do disco em I Shall Be Released. Dave Matthews empresta sua voz e é ovacionado durante toda a faixa A Pirate Looks at Forty, enquanto Ziggy Marley, filho de Bob, divide com o surfista mais um momento único em Cry! Cry! Cry!.
Outro figurão que trouxe sua voz marcante pra um dos pontos mais altos do disco é Willie Nelson, lendário músico country que, no auge de seus 79 anos, canta sua épica canção Blue Eyes Crying in The Rain ao lado de Jack. O resultado, facilmente previsível, é de expelir lágrimas dos olhos como se você fosse um bebê.
Jack Johnson não só acerta no convite aos músicos para o evento, como também na seleção de faixas do disco. Canções de sua própria autoria são apenas três: as já citadas Mudfootball, Better Togheter, além da balada Breakdown. Ou seja, se você é fã da carreira do músico, há ainda mais 11 faixas praticamente desconhecidas a seres exploradas. E se você não conhece ainda a obra de Johnson fica o gostinho para ir atrás da discografia dele. Amantes da boa música em geral apreciarão o álbum inteiro que contém ainda a ótima Island Style, com participação de John Cruz e Take it Easy com Jackson Browne.
Mas o ápice do disco chega na canção High Tide or Low Tide, cover de Bob Marley comandada por Jack Johnson e Ben Harper, outro músico que dispensa apresentações. A dupla conduz a música suave e reflexiva numa faixa que fala sobre amizade, amor e Deus – em resumo, tudo o que envolve esse festival. A capa do disco traz escrito “Jack Johnson & Friends” e se não fosse por seus amigos, todos movidos com o mair puro amor altruísta, o evento não seria possível. Tampouco teria a mesma graça. Misturando seus talentos e vozes, a trupe consegue, ano após ano, melhorar a qualidade de vida das crianças e das escolas havaianas. Isso é Deus, presente em cada nota, cada verso cantado no disco.
E você também pode ajudar. Comprando o disco você colabora com a Kokua Foundation e ajuda a manter viva a esperança por um futuro mais amoroso e justo no Havaí. Daí para o mundo é só uma questão de tempo. Ok, você é brasileiro e tem suas próprias crianças para se preocupar. Mas enquanto nenhum artista daqui se engaja de tal forma, vale a pena, com toda a certeza, contribuir com Jack Johnson e seus amigos.
Anúncios

Tags:, , , , , , , , , ,

Categorias: Atena, Música

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Jack Johnson & Friends: Best of Kokua Festival”

  1. Thalita
    15 de novembro de 2012 às 11:57 #

    Muito bom! Fiquei espantada, que coisa linda. Acabo de conhecer um pouquito do trabalho do Johnson . Queria saber mais, sobre essas letras dele que sempre mencionam Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: