Anúncios

Síria amarga

Na última sexta-feira, 25, mais de 108 pessoas morreram em Houla, na Síria após ataques com bombas e tiros. De acordo com relatórios, 62 dos mortos eram da família Abd al-Razaq em Teldo, 39 eram mulheres e 50 eram crianças. Algumas dessas crianças tiveram seus crânios danificados devido a coronhadas na cabeça.

“Nos últimos 14 meses, cerca de 10 mil sírios perderam suas vidas. A cada dia que passa, a crise atinge novos níveis de horror”, comenta Sanjeev Bery, diretor de Defesa do Oriente Médio e Norte da África na Anistia Internacional dos Estados Unidos. Segundo ele, o assassinato brutal de civis em Houla foi “a pior onda de violência no conflito ano na Síria”.

Parar evitar mais derramamento de sangue, Sanjeev Bery pede que pessoas de todas as partes do mundo pressionem a Rússia, aliado chave para a Síria e que se levantou contra a brutalidade. “A situação no país está desesperadora. O povo sírio conta conosco”. O diretor de defesa acredita ainda que uma onda de indignação pública e apoio podem fazer a diferença entre a diplomacia e indecisão ação decisiva para aproveitar esta oportunidade para a ação.  Mostre que os sírios não estão sozinhos na luta pela paz. Aja agora para ajudá-los, clique aqui para enviar uma carta de apelo ao governo russo [em inglês].

Fonte: Amnesty USA

 

Leia mais sobre direitos humanos:

Torturas no Sri Lanka 

Prisioneiros na Coréia do Norte

Anúncios

Tags:, , , , , , , ,

Categorias: Oriente Médio

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: