Anúncios

Terrorismo contras as afegãs

Se você, mulher, for visitar a maior prisão do Afeganistão, Pul-i-Charkhi em Cabul, será obrigada a passar por uma revista extremamente humilhante. De acordo com o Human Rights Watch, membros da penitenciária feminina (que não têm formação especializada) fazem buscas nas cavidades de todo o corpo, inclusive das genitais das visitantes. A busca acontece sem fiscalização, sem a menor condição de higiene. Uma completa discriminação contra as mulheres, além de ser invasão à privacidade.

Essa prática viola e desrespeita a integridade física das visitantes, o que para o diretor da Pul-i-Charkhi não interessa. Ele alega que as afegãs são revistadas com o objetivo de se encontrar contrabando e ainda afirmou que vai continuar as “buscas”, a menos que um doador forneça uma máquina de raio-X.

O que eu acho um absurdo é que qualquer baderninha idiota em outro país, a ONU intrometida quer ir lá interferir. Agora, quando envolve algo sério e absurdo, eles se fazem de desentendidos.

Isso sim é terrorismo. Terror contra as mulheres, contra a dignidade humana.

Não tem mais o que dizer. É preciso fazer. Salvar essas mulheres afegãs.

Anúncios

Tags:, , , ,

Categorias: Caixa de Pandora, Comportamento, Oriente Médio

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: