Anúncios

Proibida a passagem de mulheres

Arábia Saudita, um país em que mulheres são discriminadas apenas por serem mulheres, se encontra no ranking que lista os 165 piores países para mulheres, e vem seguida do Afeganistão, Paquistão e Serra Leoa.

O islamismo segue uma versão radical da Sharia, que inclui uma lei ridícula islâmica, que impõe a segregação dos sexos. Paradoxalmente, o rei da Arábia Saudita, Abdullah anunciou em 2011 que as mulheres sauditas agora poderiam votar e inclusive candidatar-se a cargos políticos.  Mas, como a cada passo que dão, apenas com a permissão do homem da família.

E assim, elas continuam proibidas de fazer faculdade, possuir um trabalho remunerado, viajar e até mesmo de dirigir.  As autoridades da Arábia Saudita se recusam a emitir carteiras de motorista apenas por causa de seu gênero. Quem protesta, está suscetível à prisão e ao chicote (!).  E o pior é que grande parte da população (masculina) apóia essa negação aos direitos das cidadãs.

As sauditas continuam na luta pelos seus direitos básicos. Mesmo com a punição das chibatadas, elas criaram coragem e Women2Drive.

Você pode ajudar mandando um e-mail para o Embaixador da Arábia Saudita no Reino Unido. Clique aqui.

Fonte: Amnesty International UK

Anúncios

Tags:, , , , ,

Categorias: Comportamento, Oriente Médio

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: