Anúncios

Somália: fome, caos, guerra e anarquia no Chifre da África

por Adriano Lira

750 mil pessoas podem morrer de fome na Somália. Foto: Tony Karumba/AFP

Relativamente próxima da Líbia e dos outros países que estão protagonizando insurreições contra governos corruptos e antidemocráticos, a Somália poderia ser considerada mais uma das problemáticas nações da África: para nós, é apenas mais um dos países de miseráveis que já estamos cansados de ouvir falar e continuarmos nossas vidas, impassíveis à desgraça alheia. O problema é que, nesse país localizado na região conhecida como Chifre da África, muitos outros problemas se aliam à fome de sua população: uma guerra civil que parece não ter fim, milícias e piratas fazem a situação da Somália ainda mais difícil.

O Conexão Repórter, programa do Roberto Cabrini no SBT, fez um programa em julho sobre a Somália. É bem esclarecedor e tá disponível na íntegra no Youtube:


Atualmente, a Somália está passando por uma das mais devastadoras crises de fome da História. Se levarmos em conta que a fome na África não ‘é notícia’, mas que a situação somali está repercutindo consideravelmente, pode-se concluir que o negócio é grave.  Segundo a ONU, 4 milhões de pessoas estão sofrendo de desnutrição severa e a estimativa é de que 750 mil pessoas podem morrer de fome nos próximos quatro meses se não houver uma reação das Nações Unidas,  instituição pela qual eu não nutro muito entusiasmo…

Para complicar ainda mais a situação, 90% de toda a remessa de alimentos enviada à Somália chega ao continente pelo mar. O problema é que a costa somali está infestada de piratas (isso mesmo!), que pescam ilegalmente, confiscam mercadorias e sequestram. Utilizando-se de pequenas embarcações, os piratas interceptam e invadem navios maiores. Não se pode julgar as ações de alguém em péssimas situações de vida, mas o fato é que todos os navios que transportam suprimentos para a população têm que ser escoltados por embarcações militares para que o alimento possa ser entregue adequadamente.


Esse é um vídeo mostrando a atuação de um barco pirata somali. Não é dos melhores vídeos, mas serve para ter uma ideia da ação deles.

Como vemos acontecer aqui mesmo no Brasil com os traficantes de drogas, a pirataria desperta opiniões diversas entre a população,  já que os piratas são os responsáveis por proteger uma população que não tem governo (chegaremos lá adiante) e por movimentar a economia do país, comprando e vendendo artigos dos mais variados e obtidos de maneiras mais diferentes ainda.

A pirataria é reflexo da conturbadíssima situação política da Somália. Em 1991, o ditador pró-soviético Siad Barre foi deposto. Uma tentativa de contra-revolução, que pretendia reconduzir o antigo presidente ao posto, ocorreu, mas foi abafada. Sem um novo líder, a região noroeste da Somália, conhecida como Somalilândia, declarou independência. Após isso, foi a vez dos territórios da Puntlândia, Galmudug e Maakhir se autoproclamarem autônomas, mas sem se desligar da Somália. Atualmente, um governo provisório reconhecido pela ONU controla apenas a porção centro-sul do país, mas não tem forças para reunificar o país.

Tal cenário se tornou oportuno para que muitos dos envolvidos na manobra que derrubou o ditador Barre em 1991 passassem a subjugar pela força a população somali. Por ser um uma nação muçulmana, a Somália também é palco do surgimento de várias organizações fundamentalistas islâmicas, como a Al-Shabaab, que domina várias regiões da capital Mogadíscio e faz com que os moradores da cidade se submetam às suas estritas ordens, que proíbem que todos assistam a filmes, dancem nos casamentos e utilizem toques musicais nos telefones celulares. Já vimos a mesma coisa com os Talebans no Afeganistão…

Com tantos problemas, é muito complicado pensar em uma alternativa para a Somália, um país totalmente destruído e instável. Só de pensar que todos os problemas na África são de inteira responsabilidade da exploração do ocidente…

Anúncios

Tags:, , , , , , , , ,

Categorias: África

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: