Anúncios

Época natalina

Ah, as épocas natalinas…!

O trânsito de São Paulo todo mundo conhece, é aquele caos.

Durante o período que antecede o Natal piora, pois tem aquele corre-corre para comprar árvore, enfeite, ceia, presente e fantasia de Papai Noel. A 25 de Março fica impossível. Os helicópteros das redes de TV sempre mostram o amontoado de gente louca e corajosa que se aventura por lá. Na televisão, durante essa época, os canais mostram um monte do mesmo do mesmo, um pouco mais do igual. As pautas repetitivas são como aqueles enfeites de Natal mofados que sua mãe insiste em colocar na árvore todo ano (só porque você que fez quando tinha uns cinco anos de idade). Além de dar dicas de presente, a mídia adora dar palpite também de como preparar a ceia. A mídia é como sua sogra. Todo Natal sempre fala a mesma coisa e de como você é incompetente demais para lembrar tudo o que ela falou o ano passado, martela nas revistas, jornais e nos programas aquela mesma ladainha – esse ano tudo de novo. E não se esqueça que depois do dia 25/12, ela vai te criticar com  a pauta “troca de produtos”. Nem presente à sua mulher que conhece há 25 anos você sabe escolher direito. E ainda foi burro porque pagou pelo menos 40% a mais.

O que não pautam é que o trânsito que já é uma merda loucura, fica pior. Um verdadeiro inferno, você sabe. Não só porque todo mundo para e aprecia as cores da Avenida Paulista na maior lentidão, mas porque o governo decide que agora é hora de fazer obra. Inclusive lá na Faria Lima, que nem é ponto turístico natalino, tem obra pra todo lado. E obra de todo tipo inútil que atrapalha não só o tráfego de carros, mas também o de pedrestes. Para atravessar a rua é um risco enorme de vida, porque “comem” um pedaço da faixa e você fica ali pertinho de veículos impacientes e intolerantes, à mercê da sorte ou do seu anjo da guarda. Então, pelas minhas contas (não sou matemática), o trânsito fica umas seis vezes pior. Mas sobre isso os programas, revistas e jornais não falam, né. Quem precisa de recapeamento nesse Brasil, caramba? O povo precisa de comida no prato, alôu! Por que não usam a mesma verba pra reformar escolas, para ter peixe pra pescar e vender num rio que não seja poluído ou menos fedido? Ah! Porque não! No ano que vem tem eleição, né, gente? Vamos deixar o governo mostrar serviço. Afinal, mais uma ou duas ou três pontes feias é o que realmente São Paulo precisa. Só que ao contrário.

Sem contas as luzes – que deixam São Paulo incrivelmente charmosa, colorida, linda de morrer, é verdade – mas e a sustentabilidade? E com o dinheiro que gastam decorando a cidade dá para construir um hospital ou pelo menos aumentar em alguns reais o salário dos funcionários públicos, principalmente dos professores.

Aliás, parece que nessa época os jornalistas se esquecem do que acontece por aí. E acontece todo dia. Ou será que a violência, a corrupção e a desigualdade tiram férias coletivas?

Manchetes:

  • Natal pode faturar 8% a mais do que no ano passado
  • Venda de eletrodomésticos deve subir 8,5% no Natal com IPI menor‎ 
  • Lojistas elevam previsão de vendas no Natal para 8,5%‎

Comentário: Mas é 8 ou ou 8,5%? Grande coisa. As pessoas ficam cada vez mais consumistas e os produtos mais caros, então é meio óbvio que, como todo ano, faturem mais em 2011. Como será em 2012 (quer dizer, se o mundo não acabar!)

  • Manaus já está em clima de Natal‎
  • Escolas de samba celebram Natal com festas especiais‎
  • Compras de Natal devem ser principal destino do décimo terceiro
  • Itens para ceia de Natal ficam, em média, 4,65% mais caros 
  • Cerveja e bacalhau puxam alta dos itens da ceia de Natal‎
  • Natal 2011 está mais iluminado em SP‎

Comentário: Todo ano, os trabalhadores destinam seu amado e esperado décimo terceiro salário pras festas de fim do ano. E aqueles impostos ridículos. Mas qual o principal destino desses impostos? Hein, hein?

Pena que não dá para dar "caráter" ou "ética" como presente de Natal

Mas é assim. Ao invés de consertar as coisas, o Brasil mete maquiagem em cima, coloca uns efeitos para deixar o cartão-postal de Sampa mais atrativo. Luzes brilham tão forte que ninguém mais vê moradores de rua sedentos, famintos, bêbados vagando pela escuridão vazia. Edifícios tão enfeitados que olhamos para cima e não olhamos para nosso espelho para encarar o que nos tornamos. Quem não quer que o cenário seja assim alegre nos 365 dias do ano? O que a gente já finge que não enxerga ia ficar mais invisível. Tudo aquilo que a época natalina prega – amor, fraternidade e o escambau, fica em segundo plano. Ninguém quer saber dessas coisas bonitinhas e importantes. Só fingem. Você deseja tudo de bom para seu vizinho e aquele seu amigo que nunca vê e que até esqueceu o nome porque a etiqueta exige. Tem o ano inteiro, milhares de oportunidades, por que esperar até dezembro?

Adoro o Natal mesmo com toda a hipocrisia. De presente, eu só queria um mundo menos imbecil melhor. Fica a dica, Papai Noel!


Anúncios

Tags:, , , , , , , , ,

Categorias: Crônicas do Olimpo, São Paulo

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: