Anúncios

Prática X Perfeição

Quando o excesso, leva à imperfeição.

Por Joice Melo

Exercícios físicos e alimentação saudável são fundamentais para se adquirir saúde física e metal, porém muitas pessoas se esquecem que esses são pré-requisitos fundamentais para se viver bem e melhor. A vontade de adquirir um corpo perfeito acaba cegando muita gente que não tem tempo e muito menos paciência de se exercitar e se alimentar corretamente e acabam buscando “atalhos” para se obter o corpo ideal.

A busca, ou melhor, a ânsia pela juventude eterna tem nome e definição, é a Vigorexia ou Overtraining, em inglês, é um transtorno no qual as pessoas realizam práticas esportivas de forma continua, com uma valorização praticamente religiosa (fanatismo) ou a tal ponto de exigir constantemente seu corpo sem importar com eventuais conseqüências ou contra-indicações, mesmo medicamente orientadas. Uma das principais causas de levarem pessoas a mudar seus corpos está ligado aos meios de mídias que mostram homens e mulheres lindos de aparência perfeita e corpos invejáveis e isso faz com que a pessoa a fim de fazer parte de um padrão definido pela sociedade, busca alguns meios mais rápidos e eficazes.

Existem atualmente inúmeras formas de se adquirir o corpo desejado, ou melhor dizendo, saudável, como as capsulas da beleza tudo o que você precisa, dentro de uma cápsula, exatamente, um comprimido que contém substâncias poderosíssimas que em contato com o organismo fazem verdadeiros milagres na vida de homens e mulheres. Os nutricosméticos ou nutracêuticos como são chamados contém proteínas, vitaminas, aminoácidos, ácido, ômega 3, vitaminas E, C  além de bloquear a absorção de carboidratos, acelerar o metabolismo e induzir à saciedade. Por esses entre outros motivos, cada vez mais mulheres se rendem aos seus encantos justamente por serem naturais e não mexer com o equilíbrio do organismo, além é claro, de auxiliar no processo de emagrecimento; muitas são vendidas nas farmácias e são liberadas sem prescrição médica.

Além das capsulas existem também outros meios, porém um pouco mais arriscados e bem mais rápidos para se chegar à perfeição, é o caso das cirurgias plásticas, o nome deriva do grego plastikos que significa forma.

Relatos que datam de quatro mil anos a.C. informam que práticas de cirurgias reparadoras já eram realizadas entre os hindus. E desde pelo menos dois mil anos a.C. os egípcios também praticavam correções estéticas do corpo, amenizando desfiguramentos, deformidades e defeitos. A mais importante descrição sobre tais práticas foi feita por Sushruta, em 2000 a.C., sobre reconstruções de narizes mutilados por questões religiosas. E ainda hoje são empregadas técnicas como o “retalho indiano” para reconstrução nasal. O Brasil hoje é o segundo país com o maior número de cirurgias estéticas ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

No ano de 2008, foram registradas mais de 629 mil cirurgias, (segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia plástica). As cirurgias variam de tirar aquele “pneuzinho” indesejado até uma blefaroplastia (cirurgia nas pálpebras). Porém a cirurgia plástica passa a se tornar uma prática preocupante quando é realizada várias vezes, se tornando obsessão e objetivo na vida da pessoa e pode ser diagnosticado como um distúrbio psíquico chamado de Transtorno da Imagem Corporal que pode atingir mulheres e homens de qualquer idade.  

Há o caso de uma nutricionista que, ao atenuar a linha de expressão ao redor dos lábios, sofreu problemas com o Meta Crill, (produto usado para o preenchimento). “Ele se deslocou do local aplicado e formou dois nódulos nos lados direito e esquerdo dos lábios. Anos depois, surgiu uma inflamação terrível. Há mais de um ano, ela toma anti-inflamatórios e já passou por uma cirurgia para a retirada de um abscesso”, explica Olga Tessari- www.ajudaemocional.com- Para piorar a situação dos aficcionados por plásticas, o levantamento do Conselho Regional de Medicina de São Paulo mostra que, dos médicos que cometeram erros nas cirurgias e que foram processados, apenas 6% eram especialistas. Existem muitos casos famosos de pessoas públicas que em busca da perfeição, se tornaram aberrações. Como por exemplo: Michael Jackson, Jocelyn Wildenstein, Donatella Versace.

Existem dois tipos de cirurgia estética: a plástica e a reparadora / reconstrutora. A cirurgia plástica é para quem quer mudar sua aparência e por isso são realizadas a lipoaspiração, lipo escultura, rinoplastia e etc., e a reparadora, como o próprio nome define, serve para corrigir ou atenuar alguma “imperfeição” seja ela de nascença ou provocada por algum acidente. Veja como é realizada a Abdominoplastia – Cirurgia Plástica do Abdome:

Tags:, , , , , , ,

Categorias: Artemis, Saúde

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: