Anúncios

Com vocês, um dos piores males da humanidade no século XXI

Por Marjorie Okuyama

É compreensível que a vida corriqueira e os desafios do dia a dia – seja em casa, no trânsito ou no trabalho – acabam deixando qualquer um de cabelo em pé. No entanto, independente da situação, o pior inimigo não é o estresse em si, mas a forma na qual cada um reage diante um desafio. Mas afinal, como surge o estresse e como podemos lidar com ele?

Tipos de estresse

O estresse surge como uma resposta do organismo frente a uma situação atípica na qual o indivíduo julga-se incapaz de solucionar. Dependendo da circunstância, este mal pode se manifestar de formas diferentes: o estresse agudo é causado principalmente por situações traumáticas, sendo mais intenso e num menor período de tempo, já o estresse crônico, é causado por problemas do dia a dia, como pressão no trabalho, baixa auto-estima, problemas pessoais, entre outros. Ambos são prejudiciais à saúde e causa elevado desgaste físico e emocional. O estresse também ocasiona aumento no risco de derrame, baixa imunidade, insônia, distúrbios alimentares, diminuição da concentração, do desejo sexual e aumento da temida TPM!

Qual é a solução?

Calma, não se estresse! Ele não causa apenas efeitos negativos. Se controlado, pode motivar e permitir que o ser humano aprenda a lidar com desafios, fortalecendo seu lado emocional. Para chegar a este “estado de nirvana”, não existe uma forma infalível para acabar de vez com o estresse, e sim uma combinação de atividades tanto emocionais como físicas que podem diminuir o nervosismo e a ansiedade.

Manter uma dieta saudável, praticar exercícios físicos, técnicas de relaxamento e comportamentais ajudam no combate ao estresse. Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Brasília, 1,3 milhão de brasileiros acabam se afastando do trabalho por conta do estresse e da depressão. Por isso, no ambiente de trabalho, ao invés de sair para fumar, saia para dar uma caminhada e procure fazer exercícios físicos regulamente para aliviar a tensão. Massagem, meditação e acupuntura (método de tratamento da medicina chinesa que consiste na aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo), também são aconselháveis. Existem também técnicas mais simples que não exigem nenhum “sacrifício” como, por exemplo, escutar música, ler um livro, sair com os amigos e com a família, rir ou fazer exercícios para trabalhar o sistema respiratório. Neste último caso, relaxe o corpo, respire profunda e lentamente contando até cinco e solte a respiração.

Este texto não é um manual de auto-ajuda do tipo “vá em frente, você é capaz, você consegue!”, mas sim dicas mostrando que a solução para esse mal depende de cada um. Afinal, cada indivíduo sabe qual é o seu ponto fraco ou aquilo que o tira do sério, então cabe somente a cada um decidir o que fazer para levar uma vida melhor sem esquentar a cabeça. Por isso o único conselho é: Relax baby! Take it easy!

Anúncios

Tags:, , , , , , , , ,

Categorias: Saúde

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: