Anúncios

Ética na internet: Livre espaço reduzido

 Blogs e redes sociais abrigam partes de um pensamento

Por Álvara Bianca

O acesso no uso da internet no Brasil cresce a cada ano, alguns dados interessantes: há mais de 700 000 blogs no país e 51% dos 67 milhões de internautas brasileiras buscam informação e tomam decisões a partir do que lêem em blogs.

Os usuários brasileiros são também os que mais postam vídeos na internet. Eis a tremenda importância e a crescente relevância das chamadas mídias sociais, que englobam Twitter, Facebook e companhia.

Atualmente é muito mais fácil fazer parte deste mundo tecnológico e hiperconectado. Ao alcance das mãos, muitas vezes no bolso mesmo, com um celular já dá para dar uma atualizada nos e-mail, ou fazer um tweet.

Tão grande é o número de adeptos das novas redes que, todos querem sair logo falando o que pensam. Pois, não deixam de ser um meio de expressão, a função principal para qual foram criados. Uma ligação com um grande número de pessoas, quebrando barreiras e distâncias.

O Facebook, por exemplo, foi lançado em 2004 por Mark Zuckerberg, tem mais de 500 milhões de usuários. O Twitter, criado em 2006, possui mais de 175 milhões de seguidores. Ambos possibilitam que as pessoas se expressem, tanto é a popularização das redes que, até mesmo as empresas aderiram a moda e há uma crescente busca por pessoas para atualizarem nesta nova forma de relacionamento. Uma tentativa para agregar outro valor a marca, uma forma de ficar mais próxima do público, utilizando a linguagem e ferramenta.

A discussão da fronteira entre o ser pessoal e o ser profissional nas redes sociais ganha espaço dentro das empresas. Os casos de demissão de funcionários por conta de escorregadelas nas redes sociais só vêm aumentando. As empresas estão mais atentas e criando mecanismos para rastrear a web em busca do que andam falando a respeito de sua marca e produtos. Muitas vezes, no meio desse processo, que tem a função de “escutar” o mercado, acaba aparecendo alguma citação ou escorregão de algum funcionário.

Um exemplo recente é o caso dos jornalistas Alec Duarte, da Folha, e Carolina Rocha, do Agora SP. Que foram demitidos devido a comentários considerados inapropriados pelo Grupo Folha a respeito do trabalho de imprensa na cobertura da morte de José Alencar, ex-vice-presidente da República.

O que gera uma discussão acerca da ética, até que ponto o jornalista pode se expressar. Ele escrevendo simplesmente como pessoa ou como uma peça da empresa. O espaço simplesmente não pode conter o livre pensamento.

Os blogs também são uma maneira de colocar para o mundo o que pensa, o que motiva. Simples de criar, o local reúne todo tipo de opinião. Basta ter uma idéia, uma critica, pronto, outro blog é criado. Muitos servem como formadores de opinião pois, estão na rede e um grande número de pessoas lêem e se baseiam no que está escrito.

É necessário ter um cuidado pois sem isso, qualquer indivíduo pode publicar informações ilusórias sobre algum assunto, prejudicando, assim, a consistência dos dados disponíveis na rede.

Porém, muitos posts utilizam o simples recurso do “copiar e colar” e colocam no blog algo que não escreveu dizendo que é de sua autoria. O que resulta numa atitude de falta de ética. Não que seja proibido colocar citações de outros autores, mas deve-se dizer que é o autor. De nada adianta tentar colocar um pensamento que de fato não é de sua autoria e tentar passar uma imagem que não é sua. 

Há também os posts “comprados”. Quando o blogueiro recebe da empresa o texto que vai depois assinar como se fosse seu. Isso resulta em um traição do veículo ao leitor.

O espaço está aí, resta preenche-lo com conteúdo, de preferência próprio, e com a liberdade que lhe é dada, ou seja, pense antes no que vai escrever, não só o mundo como a sua vida pode mudar. 

 


Anúncios

Tags:, , , , , , ,

Categorias: Internet

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: