Anúncios

Primeiro passo para mudar o mundo: mude a si mesmo

“Quero saber se é capaz de ficar só consigo mesmo e se nos momentos vazios realmente gosta da sua companhia.” (Oriah Mountain Dreamer)

por Thaís Teles

Muito se diz, pouco se faz. Quantas bocas proclamam diariamente a vontade de mudança que gostariam de ver acontecer, mas nada fazem para que essa ideia torne-se real? Poucos percebem, mas grande parte do aprendizado humanos advém do comportamento alheio, de forma que essas influências podem ser positivas ou não. As frutrações decorrentes da convivência com outras pessoas, ou até mesmo a insatisfação consigo mesmo, pode estar diretamente atrelada à falta de atenção do invíduo consigo próprio. Abaixo, algumas dicas que podem consolidar um ideal de vida.

1 – Não tenha medo de si mesmo: Mergulhar em sua própria essência a fim de encontrar nela substâncias relevantes que estão camufladas ou precisam de uma atenção especial para desabrochar. A traquilidade com que muitas pessoas conseguem enfrentar grandes problemas está diretamente atrelada à clareza do que pensam e sentem, dessa forma, torna-se mais objetivas e verdadeiras em suas atitudes cotidianas

2 – Agradar os outros não é a melhor forma de conquistar pessoas e ser feliz: Dizer não para alguma pessoa não é uma forma de cortar relações, pelo contrário, a negação é uma forma de demonstrar limites. No entanto, contrariar pode fortalecer muitas relações, uma vez que a flexibilidade que pautam todo tipo de relacionamento pressupõe que novas ideias sujam para o bem-estar de todas as partes.

3 – Evite a crítica: A melhor defesa que as pessoas desenvolvem para se justificar quando algo não sai conforme o planejado é criticar, pois é o mais fácil a fazer. O mesmo acontece em relação ao comportamento alheio. Porém, será que o mundo seria melhor se todas as pessoas fossem iguais? Saber respeitar a diversidade de comportamentos e opiniões contrárias é uma forma de amadurecimento.

4 – Frustrações são essenciais
: Através delas pode surgir um novo recomeço e o despertar para novas ideias.

5 – O risco ou a certeza? Se conformar com uma realidade estagnada hoje, pode gerar o arrependimento futuro. O risco tem suas incertezas, mas será que a dúvida não pode apenas o fragmento de grandes realizações?

Anúncios

Categorias: Uncategorized

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: