Anúncios

Controle Absoluto

Como a Máfia Vermelha tem total poder nas decisões da Rússia

Por Alan Azevedo

A Rússia (antiga União Soviética) já foi uma das maiores potências mundiais, junto dos Estados Unidos, na época da Guerra Fria. Durante esse período, a bipolaridade capitalismo/socialismo ditava o andamento das medidas governamentais, assim como modificação e criação de territórios geográficos e alianças econômicas. Blocos de gestões políticas comuns eram criados para fortalecer ambos os lados. Afinal, não era exatamente uma guerra. Pode-se classificar a Guerra Fria como um sistema de ameaças, uma corrida armamentista e tecnológica para demostrar a supremacia de seu respectivo regime político e modelo comercial.

Essa guerra “teórica” levou a um tipo de combate silencioso. O interessante não era matar um ao outro, e sim descobrir seu próximo passo. Isso levou à criação de uma guerra de espionagem. Os Estados Unidos criaram a conhecida C.I.A. (Agência Central de Inteligência) e a União Soviética, a K.G.B. (Comitê de Segurança de Estado). Ambas as organizações treinavam agentes secretos para a espionagem do inimigo.

Enfim, o tempo passou e a União Soviética perde a corrida da Guerra Fria. O muro de Berlim, símbolo da Guerra, é derrubado e, em 1991, a U.R.S.S. deixa de existir, dando lugar à Rússia.

O que isso tem a ver com a máfia?, você pode se perguntar. Simples. Com o fim da União Soviética, não era mais necessária a KGB, ou seja, aqueles espiões, treinados durante longos anos, agora se veem desempregados. E o crime organizado, na Rússia, vem desde os tempos do Czar. Façamos as contas. Os agentes secretos entram para o crime organizado, fortalecendo-o exponencialmente, e a Máfia Russa nasce.

Conhecida como a Máfia Vermelha ou Bratva (irmandade), a Máfia Russa não segue uma hierarquia como, por exemplo, a famosa Máfia Italiana. Ela é formada por grupos de criminosos que não tem uma lei própria entre eles. A guerra de gangues é muito comum.

É formada principalmente por ex-agentes da KGB, policiais e servidores públicos. Isso torna a Bratva dificílima de ser combatida. Ela está infiltrada em todos os anais do governo e no sistema judiciário do país. Estudiosos defendem que organizações mafiosas infiltradas no governo apoiaram e manipularam a eleição do atual presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Um dos grandes chefes da Máfia Russa foi Semion Mogilevich, hoje preso. Acusado de diversos assassinatos, fraudes, lavagem de dinheiro, conspiração e etc., “Don” Semion era dono de diversas empresas de gás na Rússia e na Ucrânia.

A Máfia Vermelha, então, é formada por diversos grupos independentes e não hierarquizados. Um dos maiores grupos de crime organizado da Rússia é o Izmaylovskaya Gang, que também tem presença em Tel Aviv, Berlim, Paris, Toronto, Miami e Nova York. Existe também a Tambov Gang, de São Petersburgo, umas das mais violentas. Mas para a maioria das gangues, não precisa ser “da família” para entrar. Tanto que encontramos muitos ucranianos e chechenos na Bratva.

Esses grupos têm praticamente as mesmas ações; cobrar propinas de ricos empresários e manipular votos e cadeiras no governo para garantir direitos sobre produtos e afins.

Isso faz com que seja praticamente impossível combater a Máfia Russa. Ela está completamente infiltrada nos sistemas estatal e privado do país.

Anúncios

Tags:, , , , , , ,

Categorias: Especial, Europa, Internacional

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: