Anúncios

Dilma vem aí

Mas os problemas econômicos já chegaram

Tomara que ela acerte...

 

 

Érica Perazza

Para facilitar o governo da futura presidente, aí vai uma listinha básica que, de uma forma razoável, resume o cenário econômico atual



1. Câmbio

A desvalorização do dólar fez com que muitos brasileiros fizessem comprinhas nada básicas em Buenos Aires e Miami. A queda da moeda norte-americana se dá pelo excesso de cédulas em circulação principalmente devido a investimentos no país. 

Com o dólar baixo, a produção nacional é substituída pela entrada de artigos importados. Além disso, a valorização da moeda brasileira acaba prejudicando a indústria brasileira na hora de exportar, já que os principais mercados do país conseguem encontrar produtos mais baratos em economias com a moeda mais desvalorizada.

Agora o objetivo é dinamizar o mercado de capitais e criar um mercado de crédito imobiliário, além de estimular a poupança externa do setor privado

2. Alta inflação

Ninguém gosta dessa coisinha irritante chamada “Inflação”, que desacelera o crescimento econômico. Os preços das mercadorias sobem e consequentemente, as pessoas gastam menos. Além disso, as taxas de juros a longo prazo aumentam, a produção diminui e o desemprego cresce.

3. Salário mínimo

O nome é salário mínimo e deveria ser um valor que banque uma vida humanamente decente. Que família consegue se manter com o salário migalha? Aluguel, água, luz, alimentação e transporte – os custos básicos. Roupa, escola, férias e um cineminha ( que hoje não sai menos de 20 reais) – os custos extras. Se os políticos não conseguem sobreviver com seus altos cachês, e por isso precisam de uma gorjeta corrupta para se darem pequenos luxos (pequenas viagens, pequenos iates, pequenos colares de diamentes), imagina os pobres mortais do proletariado…

4. Bolsa-família

O bolsa-família não é a raiz do problema. E todo mundo sabe disso. Bom, quase todo mundo. Mas agora que o governo preferiu dar o peixe ao invés de ensinar a pesca, como faz? Reajustar o valor dessa ajuda a famílias economicamente vulneráveis, não é a solução. O buraco é muito mais embaixo, Dilma. Você, pelo menos, sabe disso. Se você gerar mais oportunidades de emprego, contribuir para o desenvolvimento do país ( e não apenas dos bancos e empresas bilionárias em geral) já seria um bom começo, não acha? Colaborar para uma independência financeira do governo através de melhorias na educação também não é uma má idéia.

5. Tributos
Além de ser famoso por causa do futebol e carnaval, o Brasil é também a celebridade dos impostos.  O país tem carga tributária acima da média mundial, de 27,1%, e da média latino- americana, de 28,1%. E por ironia do destino, temos uns dos salário minímo mais baixos do planeta… E são raros os investimentos sinceros em infra-estrutura. Vai entender.

É Dilma, parece que não vai ser fácil. Então, força na peruca, mulher!

Anúncios

Tags:, , , , , , , , ,

Categorias: Uncategorized

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Dilma vem aí”

  1. Filipe Costa
    21 de novembro de 2010 às 19:32 #

    Quem dera se esses fossem os únicos problemas do Brasil. O básico vai além disso. Sorte e sucesso para ela e, consequentemente, para nós.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: