Anúncios

Dossiê ACM

O coronel imortal

Por Marjorie Okuyama

Em época de eleição, o eleitor deve ficar atento para eleger de maneira consciente as pessoas que o representarão. Por isso é importante relembrar alguns casos de corrupção que ocorreram há alguns anos atrás, mas que ainda refletem na política nacional.

Uma figura importante na Bahia, é o falecido Antonio Carlos Magalhães, mais conhecido como “ACM”.
Dono de um grande histórico na vida política do estado, ele possui também uma grande lista relacionada à casos de corrupção durante sua atuação. Em 1958 elegeu-se deputado federal, sendo reeleito duas vezes consecutivas após a sua primeira vitória. Em 1967 foi nomeado prefeito de Salvador e em 1970 foi indicado para ser governador do estado da Bahia pela primeira vez. Reeleito em1978, ACM governou entre os anos de 1979 e 1983. Foi nomeado pelo presidente da época, José Sarney, para o cargo de ministro das Comunicações (ele já tinha atuado como jornalista sendo redator do jornal “Estado da Bahia”). E no ano de 1994 foi eleito senador da República, permaneceu no cargo até 2001 quando renunciou ao mandato para preservar os seus direitos políticos, pois estava sendo investigado sobre a violação do painel eletrônico do Senado (mais tarde o processo foi arquivado pelo STF). Durante esse período, seu filho, mais conhecido com ACM Júnior assumiu seu cargo. Apesar de todos os casos de corrupção e denúncias contra ACM, em 2002, ele foi reeleito para voltar ao Senado.

Para completar, a maioria dos casos foram arquivados. O Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou a denúncia criminal contra o senador no caso dos grampos telefônicos da Secretaria de Segurança Pública da Bahia em que vários inimigos políticos do senador tiveram os telefones grampeados pelo órgão público.

Embora tenha sido acusado por diversos crimes, ACM permaneceu na vida política até a sua morte em 20 de julho de 2007 aos 79 anos, mas a sua família deu continuidade ao ingressar na área. Seu filho, ACM Júnior foi senador em 2002 e recentemente seu filho, conhecido como ACM Neto reelegeu-se deputado federal sendo o mais votado da Bahia e o oitavo mais votado do Brasil.

Anúncios

Tags:,

Categorias: Dossiê de Têmis, Política Nacional

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: