Anúncios

Scorsese e Terence Winter na HBO

Por Raquel Almada

No último domingo (17/10) estreiou no canal HBO a série Boardwalk Empire – O Império do Contrabando. Com um público de 5 milhões no Estados Unidos, foi aclamada pela imprensa americana. O motivo é simples: tem como roteirista Terence Winter, roteirista da série de sucesso Os Sopranos, de 1999, produzida também pela HBO. E para completar o pacote de uma boa produção, Martin Scorsese está como diretor e produtor.

 

Foto Divulgação: Cenário de Atlantic City em 1920

Scorsese é diretor de vários filmes, desde a década de 70, sempre mantendo atuais suas produções no decorrer dos anos. Grande parte deles, ganharam indicações e prêmios.  Dentre os mais recentes, estão O Aviador (2004) e A Ilha do Medo, deste ano, ambos protagonizados por Leonardo DiCaprio.

Inspirada no livro BoardWalk Empire: The Birth, High Times and Corruption of Atlantic City, de Nelson Johnson, a série retrata a história dos EUA na época da instauração da Lei Seca, nos anos 20, onde foi proibido o consumo de bebida alcoólica. Porém, como pessoas com má índole existem desde os áureos tempos, alguns políticos e pessoas que estão no poder se envolvem com contrabando de bebidas, e a série se desenrola a partir disso, da corrupção encoberta na cidade de Atlantic City.

A trama gira em torno de Enoch Thompson (Steve Buscemi, de Família Soprano), político corrupto, que manipula todos ao seu redor e se envolve com o contrabando de bebidas. Mostra as falhas da justiça da época, sendo feita ‘fora da lei’ pelos corruptos. E, como característica do gênero gangster, é uma série bem sangrenta.

 

Foto Divulgação: Steve Buscemi no papel do corrupto Enoch Thompson

Scorsese mantém seu padrão de cenário – antigo e um pouco fantasioso – e as roupas dos personagens também seguem os padrões de seus filmes. O figurino dos atores principais, com cores pastéis – acinzentadas e verde cáqui – contrastam-se com a exuberância dos vestidos das mulheres nas festas, em especial na festa em comemoração à Lei Seca, logo no primeiro episódio.

Especialista em filmes que se passam em décadas passadas, consegue trazer atualidade para as telas, com o uso de técnicas modernas,  como a utilização constante de zoom. Um cenário muito bem feito, com detalhes como uma Revista Vogue, com retratos ao invés de fotos, que na época ainda não existiam.

Os dois primeiros capítulos passaram no domingo às 22h, e ainda terão mais 10 episódios. Para os que gostam do gênero, vale a pena acompanhar o desenrolar da série.

Anúncios

Tags:, , ,

Categorias: Atena

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: