Anúncios

Metalinguagem

Atenção: perigo de vida profissão

Cerca de 64 jornalistas no México morreram em 10 anos e a impunidade é geral

Por Marjorie Okuyama

Exercer a profissão de jornalista no México tornou-se uma missão quase impossível. E os dados comprovam essa afirmação: até agora, nove funcionários da imprensa foram mortos este ano. Desde o ano 2000, 64 jornalistas foram assassinados e 11 continuam desaparecidos. O mais revoltante é que, a maioria dos crimes não foi investigada, isso nos leva a crer os assassinos permanecem impunes.

Afinal, qual a razão para tanto derramamento de sangue? Drogas, crimes e corrupção.

Segundo a Comissão Nacional dos Direitos Humanos do México, a maioria dos jornalistas assassinados investigava o tráfico. A questão das drogas é o tema mais polêmico do país e o governo luta constantemente para o fim dos cartéis do tráfico e a prisão dos principais líderes.

Há uma grande movimentação por parte do governo para conter o avanço do tráfico, porém não há um interesse maior em investigar aprofundadamente todos os casos de assassinato. Por esta razão, quatro Sindicatos de Jornalistas e várias revistas e entidades de imprensa pediram ações diretas para conter a violência contra os profissionais do setor e defender a liberdade de expressão e de imprensa. A ONU (Organização das Nações Unidas) e a OEA (Organização dos Estados Americanos), também criticou o modo de como o governo mexicano vem lidando com esta situação. Os jornalistas revoltados com a passividade do governo organizaram passeatas em catorze cidades e lutam por justiça. Até solicitaram a criação de um sistema nacional de proteção a jornalistas.

Os estados mais afetados por estes crimes são aqueles em que a presença dos cartéis do narcotráfico é maior como Chihuahua, Coahuila, Sinaloa e Tamaulipas.

O crime organizado praticamente controla o país e a imprensa. Ele sabe as informações que devem ou não ser divulgadas e não mede esforços para censurar a notícia.

É lamentável ver que o jornalista não consegue exercer a sua profissão e, além disso, corre risco de vida. Ele está tentando fazer o seu trabalho, mantendo um compromisso com a verdade e correndo atrás dela, passando as informações para o público e deixando-os cientes da situação do país.

A democracia no México está ameaçada. Afinal, quantos jornalistas e outros inocentes precisarão perder suas vidas para que alguém tome alguma medida? Esperamos que mais nenhum.

Anúncios

Tags:, , ,

Categorias: América Latina

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

5 Comentários em “Metalinguagem”

  1. 30 de agosto de 2010 às 16:26 #

    Profissão: perigo, isso sim.
    Aqui no Brasil tivemos o Tim Lopes e tantos outros, ou seja, é um quadro generalizado. Infelizmente.

    Bom texto, Marjorie!

  2. 30 de agosto de 2010 às 20:34 #

    Primeiramente, obrigada pelo comentário lá no blog! Segundo, adorei a iniciativa do blog em conjunto e dedicado ao jornalismo, li vários posts e os perfis de vcs e gostei mesmo! Sinto falta do lado mais social da profissão por ter optado por uma parte segmentada do ramo.Fantástico, voltarei logo aqui.

  3. 30 de agosto de 2010 às 20:39 #

    Obrigada pelo comentário lá no blog :)
    Não conhecia o blog de vcs, fiquei encantada com a idéia envolvendo jornalistas de vários perfis. Por ter optado por uma área segmentada, as vezes me afasto de questões sociais (pelo menos nos posts) mas elas sempre serão o norte da nossa profissão. Parabéns pela iniciativa, vou dar uma twittada indicando vocês!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Paralisia educacional « Pandora - 26 de outubro de 2010

    […] Perigo de vida profissão   […]

  2. Paralisia educacional « Pandora - 27 de outubro de 2010

    […] Perigo de vida profissão […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: