Anúncios

Romantismo e bom humor marcam show de Oswaldo Montenegro

Por Verônica Gonçalves

e Bruno Motta Mello

Dia 6 de agosto o Citibank Hall São Paulo estava lotado de pessoas de diversas idades. Todos aguardavam o compositor Oswaldo Montenegro. Às 22 horas ele começou a cantar e apresentou ao público 18 músicas, entre clássicos e novidades. Era uma noite muito importante. Oswaldo comemorava 30 anos de carreira, a proximidade da estréia de seu filme Léo e Bia, a grande quantidade de prêmios ganhos em cinema e teatro e o lançamento do cd Canções de amor.

O show não teve acompanhamento de uma banda. Era apenas Oswaldo Montenegro no violão com sua parceira Madalena Salles (teclado e flauta transversal), contribuindo para a atmosfera intimista que a iluminação do Citibank Hall criou. Foram utilizados jatos multicoloridos de luz que pousavam sob os dois músicos por diversos ângulos e mudavam de acordo com cada canção, transmitindo ao ouvinte, uma sensação única para cada letra.

A interação com o público foi bem intensa. Oswaldo e Madalena se deslocavam do palco para a platéia e contavam “piadinhas” a todo o momento. A promoção do novo disco também contemplou os fãs com um momento de autógrafos após o espetáculo.

O repertório estava bem equilibrado entre sucessos novos e antigos. A platéia cantava tudo animadamente e enchia os dois artistas de elogios. Para relembrar bem os velhos tempos, Oswaldo Montenegro montou um pot-porrie com as músicas Em tempo, Mongol, Sempre não é todo dia, Por brilho, Travessuras, Lua e flor e A lista. Além disso, emocionou o público com Estrelas e Bandolins, entre outras canções. Das novidades o destaque ficou com “Por Descuido ou Displicência e Se Puder Sem Medo. Seguindo o estilo presente em toda a sua carreira, o cantor apresentava solos de violão que aumentavam a sua tonalidade e rapidez de acordo com a repetição do refrão, além de apresentar versões levemente diferentes das composições antigas.

As canções foram executadas com perfeição, mantendo a qualidade das apresentações promovidas por ele. Foram aproximadamente 90 minutos de um show emocionante e bem produzido.

Em seu novo disco Oswaldo Montenegro aborda temas como amor, amizade, mudanças ocasionadas pela passagem do tempo e sentimentos cotidianos. Para isso usa figuras de linguagem que exprimem com perfeição as emoções descritas por ele. Tudo com muita qualidade sonora.

Anúncios

Tags:,

Categorias: Música

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Romantismo e bom humor marcam show de Oswaldo Montenegro”

  1. 13 de agosto de 2010 às 13:55 #

    Adorei Verônica Gonçalves e Bruno Motta Mello. O Brasil precisa valorizar mais os artistas com uma bagagem rica culturalmente como a de Oswaldo Montenegro que nos seus trinta anos de carreira, já levou muito romantismo que alimentaram a alma das pessoas apaixonadas não apenas no campo das emoções amorosas como também pela natureza, pelo poema, pela arte cênica, enfim. Precisamos resgatar a nossa identidade cultural por meio de divulgações que valorizam este tipo de espetáculo. Só assim quem sabe um dia, nossa música mesclada com o mais refinado conteúdo literário e poético, um dia poderá se destacar no cenário internacional e romper com alguns paradigmas que nos colocam numa posição bastante desfavorável culturalmente.

    Parabéns pelo texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: