Anúncios

O outro lado da erva

As consequências de legalização da maconha podem não ser tão positivas

por Soraia Alves

Com ares de novela mexicana que nunca chega ao fim, a questão sobre a legalização ou não da maconha voltou aos holofotes na última semana quando um grupo de neurocientistas representantes da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento divulgou uma manifestação em forma de carta em que se apresentam favoráveis à liberalização do uso da famosa erva, de forma medicinal e para consumo próprio. A carta apresenta a evolução nos estudos relacionados ao uso da maconha, aponta os benefícios que podem ser conquistados através de seu uso como no tratamento da doença de Parkinson, ansiedade e depressão e ressalta a política de tolerância já adotada em países como Espanha e Holanda.

Embora as afirmações reforcem os argumentos proclamados pelos grupos “pró-maconha” a Abead (Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas) também resolveu fazer sua manifestação, só que alertando para o equívoco e riscos que a legalização da Cannabis pode trazer à sociedade.

De acordo com o psiquiatra Carlos Salgado, presidente da Assossiação, ” a maconha não é uma droga benigna. Não está isenta de riscos. Além da dependência, pode causar câncer na cabeça, pescoço e pulmão, e uma série de outras complicações”.

Os argumentos de quem se mostra intolerante à uma política de liberalização da erva vão além dos danos fisícos e psíquicos que ela causa ao organismo. A maconha é frequentemente apontada como o meio pelo qual um indíviduo é iserido no mundo das drogas. “Discutir a liberalização da maconha é ir na contramão das políticas essenciais e urgentes para a prevenção do uso de drogas”, afirma Salgado.

A maconha, assim como o álcool, prejudica a coordenação, se tornando um problema para os motoristas. Se existe a Lei Seca que proíbe o uso de álcool aos motoristas, seria necessário um controle dos usuários que resolvem dirigir “altos”, após o consumo da droga. O acesso livre à droga pode trazer um número maior de usuários, cada vez mais jovens e menos orientados, novamente como no caso das beibdas alcoólicas.

Há ainda as suposições de um aumento de crimes como assaltos e sequestros perante uma queda do rendimento do tráfico de drogas, contrariando muitos defensores da tese da queda da criminalidade com a legalização da maconha, e por fim as questões morais e religiosas que ainda tem grande peso na formação de opinião da população.

Em uma discussão que parece longe de ter uma decisão final por parte do Estado, a polêmica da legalização da maconha tem tudo para ser uma questão a ser vista (repetidas vezes) nos próximos debates eleitorais dos candidatos à presidência deste ano, mas é fato quem em meio aos fortes argumentos de grupos prós e contras, a velha porém pouco utilizada alternativa do plebiscito seja a resposta dos candidatos frente às camêras.

 

Anúncios

Tags:, ,

Categorias: Artemis

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “O outro lado da erva”

  1. Péricles
    26 de julho de 2010 às 11:20 #

    Bom dia a todos

    Faz um tempo que eu não ouvia mais falar sobre o polêmico assunto da legalização da maconha.Desde que eu me entendo, esse assunto é polêmico e acredito que vocês concordam com isso.
    Eu não acredito que a legalização da maconha vai mudar o comportamento das pessoas, pois para acontecer tal mudança, primeiramente precisa ser feita pelo individuo.Muitas coisas que eu li dizia que a droga mencionada era portal para drogas mais pesadas como a Cocaina.E pelo jeito,essa afirmação caiu por terra.E penso que havendo a legalização da Canabis, como vai ser feito esse controle?Vão entrar na casa da pessoa e vê se ela tem um pezinho de maconha ou não? O nosso mundo já ta tão complicado com as coisas que acontecem,que esse assunto é deslocado e sem sentido.Quer fumar maconha com permissão da justiça, fume na Espanha ou na Holanda ou continue fumando nos becos escuros, escondidos no meio do mato ou dentro de sua casa ou apartamento.

    Bom dia e obrigado pelo espaço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: