Anúncios

Coliseu Paulista

Melhores filmes da última década

Um listão dos filmes mais emocionantes, engraçados, assustadores, originais e premiados

por Alan Azevedo

Quem não gosta de ir ao cinema? Ou alugar um filme pra assistir no sofá de casa sob um quente cobertor? Um programa agradável para se fazer com os amigos, com a namorada ou até sozinho. Mas muitos se esquecem de escolher um bom ingrediente principal, o filme.

Temos os grandes clássicos premiados, filmes que marcaram história e que servem de referência até hoje. Sim! Um Corpo que Cai de Alfred Hitchcock é a base de qualquer filme de suspense da nossa década. E olha que se trata de um filme de 1958, ou seja, 52 anos atrás! Podemos ver essa “old school” , como o grupo Monte Python (grupo que lançou diversos comediantes como o famoso Mister Bean) e o filme Uma Noite na Ópera, de Sam Wood (1935!), inspirando também as comédias de hoje. Dá pra ficar falando aqui até amanhã de filmes antigos e consagrados que fazem o cinema de hoje existir, mas não é o meu objetivo.

Não digo que está “cada vez mais difícil” de se encontrar um bom filme. É mentira. Grandes filmes foram lançados recentemente e merecem nosso reconhecimento. Mas o que se pode notar é uma grande quantidade de ideias repetidas, de clichês. O que está realmente difícil de encontrar é um bom roteiro, ou seja, uma boa história orignal. Com o nível tecnológico da indústria cinematográfica, é possível fazer maravilhas e obras-primas visuais. A história passa a ser secundária, como é o caso de Avatar, de James Cameron, na minha humilde opinião.

O verdadeiro intuito dessa matéria era expor os dez melhores filmes dessa década (um de cada ano). Mas tratava-se de uma missão muito relativa e pessoal. Então decidi mostrar os concorrentes e os vencedores do Oscar de cada ano e mostrar alguns filmes da minha escolha que têm um roteiro excepcional, também separado por ano. Tenho apenas um adendo a fazer: vocês podem estranhar que um filme de 2002 ganhou o Oscar de 2003 ou que um de 2008 ganhou o de 2010. É completamente normal, não se acanhem. Aí vai e espero que gostem!

2000

Oscar (obs.: o filme em negrito é o vencedor)

Beleza Americana (Sam Mendes)

Regras da Vida (Lasse Hallstron)

À Espera de um Milagre (Frank Darabont)

O Informante (Michael Mann)

O Sexto Sentido (M. Night Shyamalan)

Minha opinião e sugestões

O filme Beleza Americana fica um pouco acima da média e perderia fácil para O sexto sentido, que envolve o espectador de um modo rápido e frio. Seguem minhas sugestões:

Amores Brutos (Alejandro González Iñárritu), Amor à Flor da Pele (Wong Kar-Wai), As Coisas Simples da Vida (Edward Yang), Amnésia (Christopher Nolan), Dançando no Escuro (Lars Von Trier) e Traffic (Steven Soderbergh).

Melhor filme: Amnésia (Christopher Nolan).

2001

Oscar

Gladiador (Ridley Scott)

Chocolate (Lasse Hallström)

O Tigre e o Dragão (Ang Lee)

Erin Brockovich – Uma mulher de talento (Steven Soderbergh)

Traffic (Steven Soderbergh)

Minha opinião e sugestões

Gladiador é um excelente filme, mas já enjoou não? Chocolate conta com Johnny Deep, que sabe fazer dramas. Mas o campeão seria, para mim, Traffic. Um baita filme forte e emocionante, sem medo do ufanista povo americano. Seguem minhas sugestões:

A Viagem de Chihiro (Hayao Miyazaki), O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Jean-Pierre Jeunet), O Quarto do Filho (Nanni Moretti), O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel (Peter Jackson), E Sua Mãe Também (Alfonso Cuarón), Terra de Ninguém (Danis Tanovic) e Uma Mente Brilhante (Ron Howard)

Melhor filme: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Jean-Pierre Jeunet).

2002

Oscar

Uma Mente Brilhante (Ron Howard)

Assassinato em Gosford Park (Robert Altman)

Entre Quatro Paredes (Todd Field)

O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (Peter Jackson)

Moulin Rouge – Amor em vermelho (Baz Luhrmann)

Minha opinião e sugestões

Com esse Oscar eu concordo. Penso que Uma Mente Brilhante é um filme excepcional, muito bem dirigido e com um roteiro riquíssimo, retratando muito bem a confusão mental do protagonista. Seguem minhas sugestões:

Fale com Ela (Pedro Almodóvar), Cidade de Deus (Fernando Meirelles), O Pianista (Roman Polanski), Às Segundas ao Sol (Fernando León de Aranoa), Adaptação (Spike Jonze), Adeus Lenin! (Wolfgang Becker) e Prenda-me Se For Capaz (Steven Spielberg).

Melhor filme: Aqui a escolha é realmente complicada. Por uma questão pessoal, fico com Prenda-me Se For Capaz (Steven Spielberg).

2003

Oscar

Chicago (Rob Marshall)

Gangues de Nova York (Martin Scorsese)

As Horas (Stephen Daldry)

O Senhor dos Anéis: As duas torres (Peter Jackson)

O Pianista (Roman Polanski)

Minha opinião e sugestões

Sem dúvida, O Pianista é o melhor filme da lista. Trata-se de uma obra-prima de Polanski, que retrata a fuga de um pianista judeu na Segunda Guerra Mundial. Comovente e inspirador. Seguem minhas sugestões:

As Invasões Bárbaras (Denys Arcand), Procurando Nemo (Andrew Stanton), O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei (Peter Jackson), Dogville (Lars Von Trier), Kill Bill: Vol. 1 (Quentin Tarantino), Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (Tim Burton) e Sobre Meninos e Lobos (Clint Eastwood).

Melhor filme: Sem dúvidas Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (Tim Burton).

2004

Oscar

O Senhor dos Anéis: O retorno do rei (Peter Jackson)

Encontros e Desencontros (Sofia Coppola)

Mestre dos Mares (Peter Weir)

Sobre Meninos e Lobos (Clint Eastwood)

Alma de Herói (Gary Ross)

Minha opinião e sugestões

Sou um grande fã de Senhor dos Anéis. Li os três livros e adoro viajar naquele distante Mundo Médio. Mas acho que as lutas entre orcs e humanos não se sobrepõem ao sentimental Encontros e Desencontros. Temos também aí o filme de Clint Eastwood, que dispensa comentários. Na verdade, leve essa lista para a locadora e alugue todos. Seguem minhas sugestões:

Ninguém Pode Saber (Hirokazu Koreeda), Hotel Ruanda (Terry George), A Queda! As Últimas Horas de Hitler (Oliver Hirschbiegel), Crash – No Limite (Paul Haggis), Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (Michel Gondry) e O Castelo Animado (Hayao Miyazaki).

Melhor filme: Também muito difícil de escolher. O Castelo Animado é um filme mágico e delicioso e Crash põe em jogo o caráter do ser humano. Mas fico com o magnífico Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (Michel Gondry).

2005

Oscar

Menina de Ouro (Clint Eastwood)

O Aviador (Martin Scorsese)

Em Busca da Terra do Nunca (Marc Forster)

Ray (Taylor Hackford)

Sideways – Entre umas e outras (Alexander Payne)

Minha opinião e sugestões

Novamente sou obrigado a discordar do Oscar. Menina de Ouro é um filme lindo e muito bem fotografado, com uma história de encher os olhos de qualquer um. Mas Ray, o filme que retrata a vida de Ray Charles, mostra-se um ensinamento de vida. É realmente magnífica a história do cantor e o filme a exprime de um modo sufocante, focando em sua dependência química, e apaixonante, mostrando o pai que era Ray. Atuação excepcional de Jamie Foxx. Seguem minhas sugestões:

O Homem Urso (Werner Herzog), Caché (Michael Haneke), Match Point – Ponto Final (Woody Allen), Munique (Steven Spielberg), O Segredo de Brokeback Mountain (Ang Lee) e Capote (Bennett Miller).

Melhor filme: Capote (Bennett Miller).

2006

Oscar

Crash – No limite (Paul Haggis)

O Segredo de Brokeback Mountain (Ang Lee)

Capote (Bennett Miller)

Boa Noite e Boa Sorte (George Clooney)

Munique (Steven Spielberg)

Minha opinião e sugestões

Como apontei nos filmes de 2005, Capote é meu favorito. Crash só foi para o Oscar dois anos depois e saiu como vencedor. Gostaria de destacar a obra de Spielberg, Munique. Pode parecer uma boba ação no começo, mas o desenrolar do filme mostra um drama torturante sofrido pelo protagonista. Vale a pena. Seguem minhas sugestões:

A Vida dos Outros (Florian Henckel von Donnersmarck), Os Infiltrados (Martin Scorsese), A Rainha (Stephen Frears), Babel (Alejandro González Iñárritu), Pequena Miss Sunshine (Jonathan Dayton), Cartas de Iwo Jima (Clint Eastwood), O Labirinto do Fauno (Guillermo del Toro) e Volver (Pedro Almodóvar).

Melhor filme: O Labirinto do Fauno (Guillermo del Toro).

2007

Oscar

Os Infiltrados (Martin Scorsese)

Babel (Alejandro González Iñárritu)

Cartas de Iwo Jima (Clint Eastwood)

Pequena Miss Sunshine (Jonathan Dayton)

A Rainha (Stephen Frears)

Minha opinião e sugestões

Ótimo ano de Oscar, com uma bela lista de indicados. Os Infiltrados merecem o prêmio, mas levo em conta também os filmes A Rainha e Babel. Belas e indispensáveis obras. Seguem minhas sugestões:

Heima (Dean DeBlois), 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias (Cristian Mungiu), Onde os Fracos Não Têm Vez (Joel Coen), Santiago (João Moreira Salles), Tropa de Elite (José Padilha), O Escafandro e a Borboleta (Julian Schnabel), Antes Que o Diabo Saiba Que Você Está Morto (Sidney Lumet) e Juno (Jason Reitman).

Melhor filme: Onde os Fracos Não Têm Vez (Joel Coen).

2008

Oscar

Onde os Fracos Não Têm Vez (Joel Coen)

Desejo e Reparação (Joe Wright)

Juno (Jason Reitman)

Conduta de Risco (Tony Gilroy)

Sangue Negro (Paul Thomas Anderson)

Minha opinião e sugestões

Onde os Fracos Não Têm Vez é realmente um belo filme, um dos meus preferidos. Javier Bardem é um gênio. Gosto muito também de Juno, mas esperava mais. Mesmo assim é um belo filme. Seguem minhas sugestões:

A Partida (Yojiro Takita), O Leitor (Stephen Daldry), Wall-E (Andrew Stanton), O Equilibrista (James Marsh), Entre os Muros da Escola (Laurent Cantet), Frost/Nixon (Ron Howard), Guerra ao Terror (Kathryn Bigelow), O Curioso Caso de Benjamin Button (David Fincher) e Milk – A Voz da Igualdade (Gus Van Sant).

Melhor filme: Sou obrigado a escolher dois filmes. O Curioso Caso de Benjamin Button (David Fincher) e O Leitor (Stephen Daldry).

2009

Oscar

Quem Quer Ser Um Milionário? (Danny Boyle)

O Leitor (Stephen Daldry)

Frost/Nixon (Ron Howard)

O Curioso Caso de Benjamin Button (David Fincher)

Milk – A Voz da Igualdade (Gus Van Sant)

Minha opinião e sugestões

É o Oscar que mais me desagrada. Não gostei desse Quem Quer Ser Um Milionário?. É um filme bom, mas não tem nada de mais, nem para ser um dos indicados. Por outro lado, em Milk, Sean Penn nos hipnotiza com sua atuação. Filme forte e tocante. Seguem minhas sugestões:

Up – Altas Aventuras (Peter Docter), O Segredo dos Seus Olhos (Juan José Campanella), A Fita Branca (Michael Haneke), Bastardos Inglórios (Quentin Tarantino), Coração Louco (Scott Cooper) e Amor Sem Escalas (Jason Reitman).

Melhor filme: A Fita Branca (Michael Haneke).

Anúncios

Tags:, , , , , , , ,

Categorias: Cinema, Coliseu Paulista

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: