Anúncios

A Era do Gelo

Por Diogo Leite

As origens do sorvete

Inevitavelmente ligado aos meses mais quentes do ano, o sorvete nos refresca, seja em palito ou a massa na casquinha, ele é o alívio para o calor. A cada época do ano, velhas receitas são reinventadas e novos sabores vão surgindo. Ele é um perigo para quem faz regime, mas hoje é usado até em terapias.

Sua invenção é cercado de polêmicas, não sabemos ao certo que o inventou, duas histórias são as mais famosas. Conta-se que há cerca de 3000 mil anos, na China, a sobremesa era feita à base de pasta de leite e arroz colocada na neve para solidificar. Essa tese é rejeitada pelos historiadores que afirmam que nem Alexandre o Grande e tampouco Marco Polo escreveram algo sobre o sorvete, depois que voltaram de suas viagens ao Oriente.

A outra história é que o primeiro sorvete foi feito com uma mistura de água congelada retirada dos pés de uma montanha da Europa, xarope doce ou suco de frutas frescas e açúcar. Os invasores mouros teriam inventado esse receita a partir do século XVIII, aliás, eles quem introduziram o açúcar no continente europeu. Esse sorvete era o que hoje chamamos de raspinha, líquidos doces misturados a raspas de gelo. Ao sul da Itália, os romanos utilizam esse mistura para limpar o paladar depois das refeições, treze séculos se passaram e a receita foi ganhando consistência e ingredientes, foi acrescentado leite e ovos, ficou mais pesado.

Chegou a América por intermédio dos ingleses por volta de 1850 e em 51 o comerciante, Jacob Fussell, fundou a primeiraa fábrica de sorvetes e começou a produzí-lo em grande escala com o nome de ice cream. Virou sucesso imediato e suas variações, Sundae e a Banana Split, tornaram-se febre no cotidiano norte-americano. Vinte anos depois, com a criação da geladeira e  a possibilidade de estoque em casa, suas vendas aumentaram consideravelmente.

No Brasil, o sorvete chegou em em 1834, era servido como o nome de “gelados” com sabores de frutas e com hora marcada, não havia como conservá-los, tinham que ser consumidos logo em seguida ao seu preparo. Na hora marcada formavam-se filas enormes para comprá-los aos montes, de todas as classes sociais, do rico ao pobre, todos queriam experimentar aquele novidade.

Os lugares onde eram servidos, confeitarias e bares, eram frequentados por homens, e com a venda deste atraíram também as mulheres que não eram vistas com bons olhos em redutos quase exclusivos dos homens. Trinta anos depois, chegaria a cidade de São Paulo, sendo vendido no centro na rua Direita nº 14, pontualmente às 15 horas.

Aqui no Brasil, existem dois tipos de sorvetes que são conhecidos, o sorbet um ancestral dos primeiros sorvetes feitos, elaborado com suco de frutas ou frutas naturais, não leva qualquer tipo de gordura e os tradicionais cremosos, são mais gordurosos, elaborados à partir do creme de leite, é o preferido das pessoas.

Sorvetes terapêuticos

Os sorvetes além de refrescar, podem ter funções terapêuticas.  A sorveterapia é usada no auxilio da qualidade de vida e bem estar, moda há algum tempo na Europa, chegou a pouco no país.

Algumas sorveterias da cidade de São Paulo já criaram receitas de sorvetes à base de ervas e plantas medicinais. Elaborados com ajuda de um nutricionista, muitos são saborosos e refrescantes como de limão com capim-santo que prometem diminuir acnes e celulites, além de dores de cabeça e o nervosismo, para dores de garganta o indicado é amora com alecrim. Erva-cidreira, valeriana e tília é indicado para reduzir o estresse.

Estimular o bronzeado, o recomendado é o sorvete de laranja, cenoura e gengibre, contra as câimbras algo com muito potássio, como o sorvete de banana, graviola e água de coco, para evitar a anemia, sorvete de açaí, beterraba e laranja, para emagrecer, sorvete de aloe vera. E por fim até a para impotência, toma-se o sorvete á base de ginseng, emagracer, aloe vera.

Anúncios

Tags:, ,

Categorias: Atena, Cardápio de Démeter

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “A Era do Gelo”

  1. Ana Cota
    15 de julho de 2010 às 21:45 #

    Ei, com certeza vai pro favoritos.
    Bjos
    Ana cota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: