Anúncios

Dossiê de Têmis

É tudo intriga da oposição

 

por Érica Perazza

A guerra começou. O James Bond da política brasileira já delimitou seus inimigos. O cenário da eleição não é muito diferente dos filmes de 007 que começam “do nada” e terminam em “lugar nenhum”,  também promete bastante socos e pontapés. E claro, efeitos especiais para atrair eleitores.

O primeiro tiro

Suposto dossiê que Dilma estaria levantando sobre Serra

Nas trincheiras do PSDB

O senador Sérgio Guerra, quer saber por que a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff  “montou uma equipe de espiões e arapongas para fabricar dossiês contra adversários”. Ele também criticou que “no curto currículo dela, o dossiê contra dona Ruth Cardoso, que até hoje não foi explicado” e que não basta dizer que a estrutura de espionagem foi desmontada e que o coordenador da campanha petista, Fernando Pimentel, não tem nada com isso. “Esse novo dossiê está no colo da candidata e dessa vez não dá para chamar a dona Erenice [Guerra, a assessora que herdou a cadeira de ministra], como fizeram da outra vez […] Nós queremos – e vamos – fazer uma campanha limpa, mas não vamos ceder a ameaças de marginais acantonados para produzir esses vergonhosos dossiês”.

O candidato do PSDB, José Serra acredita que tem tradição em montar dossiês contra os concorrentes durante campanhas eleitorais. Para ele tudo são factóides. “O que precisa acabar é a baixaria, é contratar arapongas, é espionar, é denegrir famílias e pessoas. Isto precisa acabar no Brasil e a cada eleição, como em 2006, a gente fica encontrando estas coisas, que não fazem nenhum bem ao processo democrático”.

Nas trincheiras do PT

Dilma negou a elaboração de um dossiê e disse que se trata apenas de um banco de dados. Tais documentos, se existirem, – porque eu não tenho conhecimento deles – não foram elaborados pela nossa campanha. Vamos deixar isso claro. E qualquer outra ilação é uma falsidade. Era bom que aparecessem esses documentos aos quais todo mundo se refere e ninguém demonstrou a existência deles”, afirmou.

Erenice Alves Guerra, braço direito da ministra, é supostamente a responsável por levantar um banco de dados paralelo ao Sistema de Controle de Suprimento de Fundos (Supim), o sistema oficial de controle de despesas com suprimentos de fundos do governo. 

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, reagindo as provoações de Serra, disse que o candidato está agindo de forma “desesperada” diante do avanço de Dilma nas últimas pesquisas eleitorais. “Serra infelizmente está indo pelo mesmo caminho do presidente do partido dele [Sérgio Guerra]. O nome disso só pode ser desespero”, observou Dutra.

Pierpaolo Bottini e Igor Tamasauskas, os advogados do partido, pediram ao ex-governador, José Serra, que fundamente as declarações concedidas à imprensa, atribuindo a Dilma a responsabilidade sobre a confecção de suposto dossiê contra o candidato tucano ou a pessoas próximas a ele.  “Precisamos confirmar se ele mantém o que disse e identificar nessas declarações indícios de situação de crime, ilícito civil indenizável, uma situação de ofensa”, afirmou Tamasauskas à Reuters.

Os feridos

Luiz Lanzetta, responsável pela contratação de integrantes da equipe de comunicação da campanha do PT e citado pelo ex-delegado como participante da encontro. O acontecimento pode mudar a candidatura ao governo de Minas Gerias, pois Lanzetta, que deixou a campanha, é ligado a Fernando Pimentel, o provável canditato mineiro que irá desistir por perda de apoio da cúpula.

Os vencedores

A saída de Lanzetta fortalece Rui Falcão, deputado estadual do PT, também responsável pela campanha da Dilma. Os dois possuíam alguns desentendimentos.

O espião  inimigo

Tudo começou com a matéria publicada pela Revista Veja que reporta sobre um grupo da campanha da ex-ministra da Casa Civil que teria dado início à produção de um dossiê para atingir o pré-candidato do PSDB por meio de sua filha, Verônica Serra. A mesma reportagem conta que Dilma deu ordens para suspender a produção do material. O delegado aposentado da Polícia Federal Onésimo Sousa disse a proposta da montagem de um esquema de espionagem contra José Serra não teve acordo, afinal.

O dossiê do dossiê 

Os leitores da Revista Pandora sabem que a Veja não merece a MENOR credibilidade por produzir um jornalismo confuso, declaratório, arbitrário. Trata-se claramente que uma notícia plantada, construída com fatos despedaçados, até se tornar uma realidade, uma realidade desconexa, pois não há fontes, não há aprofundamento.

Por outro lado, as possíveis origens do dossiê na verdade podem vir da disputa interna do PT, segundo Hamilton Octávio Souza, professor de jornalismo político da PUC-SP e editor da Revista Caros Amigos. Aqueles que coordenam a campanha são os mesmos que vão montar o governo em 2011. “Bem posicionados, os políticos possuem influência no governo de Dilma, caso ela ganhe a eleição. Com o dossiê, os responsáveis pela campanha, perdem credibilidade e outros tomam seu lugar”, observa.

Sendo verdade ou mentira, os canditados ao maior cargo do Estado e seus chefes de campanha insistem em agredir uma ao outro, em dizer os podres, e não se preocupam em mostrar o que vão fazer a população. Ficam fazendo intrigas na oposição ( e/ou em seu próprio território) com são armas cirúrgicas desfocadas que atingem civis.

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo da PANDORA sem autorização prévia de seus autores.

 

 

Anúncios

Tags:, , , , ,

Categorias: Dossiê de Têmis, Política Nacional

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Dossiê de Têmis”

  1. 22 de junho de 2010 às 22:23 #

    MUITO BOM…………..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: