Anúncios

E se eles forem inocentes?

Por José Salvador Faro

Não tenho usado o espaço das minhas postagens para colar textos que não são meus. Para isso, reservo neste blog uma coluna específica com matérias públicas que aproveito em minhas aulas. Vou abrir uma exceção: transcrevo abaixo o editorial do Diário de S. Paulo de hoje (25/03/10), o único veículo que pondera sobre o espetáculo de irracionalidade midiática e popular em que acabou se transformando o julgamento do casal Nardoni. Vale a pena refletir sobre isso:

Ontem, o advogado Roberto Podval, que faz a defesa do casal Nardoni, foi vaiado e agredido ao chegar ao Fórum Santana. É só mais um sinal do intenso clima emocional que tomou conta do julgamento do caso Isabella. E a ira coletiva não é boa conselheira da Justiça. O jornalismo tem potencializado esse efeito. E os meios de comunicação, quando apontam suas baterias contra determinado alvo, têm o poder de condenar antes do veredicto. O passado registra muitas injustiças cometidas sob histeria popular. Os casos da Escola Base e dos irmãos Naves são famosos, mas não são únicos. À luz da história, é preciso garantir o direito de dúvida, convém parar e perguntar, ainda que por cautela: e se os réus, afinal, forem inocentes?

Veja aqui a edição do jornal em PDF

Leia mais em http://jsfaro.net

Anúncios

Tags:

Categorias: Crônicas do Olimpo

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: