Anúncios

Entretenimento e Responsabilidade Social entram em cena

Por Thaís Teles

Criatividade e muita dedicação, essas duas características se unem para dar vida ao Festival Interno de Cenas Curtas promovido pela Escola Nacional de Teatro, em Santo André. O evento está em sua quarta edição e todo seu desenvolvimento é sustentado no poder de criação dos jovens atores, que têm como tarefa escolher cenas de textos consagrados e a partir de então desenvolver todo o processo teatral dentro desse pequeno fragmento, segundo a atriz Marta Marinho, ” escolher a cena é meio complicado porque temos que encontrar um fragmento que realmente se encaixe com a quantidade de pessoas que compõe o grupo, que seja capaz de prender a atenção do público e  forte o suficiente para ser representada em um festival”

Direção, produção, interpretação. Todo o fazer teatral fica nas mãos dos alunos, que ao longo de todo processo tornam-se donos de sua própria arte, o corpo docente da instituição é responsável por dar orientações, mas em momento algum interferem na criação do espetáculo. De acordo com a diretora da escola, Andréa Weber, “o principal objetivo do festival é mobilizar os alunos em prol de um evento extracurricular no qual eles irão trabalhar sozinhos em cima de um projeto próprio, além disso, o Festival possibilita a interação entre estudantes de diferentes turmas, uma vez que os grupos inscritos procuram alunos de outras turmas para ajudar no desenvolvimento da idéia, situação gera um clima  de parceria entre os estudantes”.

Cena de "O Longo Caminho que vai de Zero a Ene, de Timochenco Wehbi - III Festival Interno de Cenas Curtas

O Festival não tem como finalidade apenas exercitar o fazer teatral, o evento disponibiliza parte da bilheteria para a aquisição de alimentos  destinados à  instituições de caridade. De acordo com Andréa,  “estamos iniciando uma série de projetos de responsabilidade social e o Festival é um deles, passamos a adotar a mesma atitude em alguns espetáculos. Esses projetos foram iniciados nesse ano, há apresentações que conseguimos arrecadar cerca de 50 quilos de alimentos, então imagina a quantidade de doações que podemos fazer durante o ano inteiro. Estamos passando por uma fase tão boa que eu acho que não é só receber, temos que dar um pouco também”. Questionada sobre a possibilidade de tornar o evento em algo ainda maior, Andréa afirma que essa idéia não está descartada, mas há detalhes a serem pensados e superados, porém, em todos os momentos a responsabilidade social inserida nas atividades teatrais realizadas pela escola não é deixada de lado e aos poucos passa a fazer parte da ideologia da instituição.

O IV Festival de Interno de Cenas Curtas ocorrerá entre os dias 15 e 18 de março, no Teatro Hamlet, em Santo André Os ingressos custam entre R$6,00 e R$8,00 + um quilo de alimento não perecível. Confira a programação:

15/03 a partir das  20 horas:  A Casa de Bernarda Alba – Garcia Lorca

 Maria Stuart – Schiller

Major Barbara – Bernard Shaw

O Assalto – Zé Vicente

16/03 a partir das 20 horas: O Despertar da Primavera – Frank Wedekin

Woyzeck – George Buchner

Bonitinha Mas Ordinária – Nelson Rodrigues

Grito d’Alma – Tenesse Williams

17/03 a partir das 20 horas: Rumo a Cardiff – Eugene O’Neill

Algo em Comum – Harvey Fierstein

Lágrimas Amargas de Petra von Kant – Rainer Fassbinder

Toda Nudez Será Castigada – Nelson Rodrigues

18/03 a partir das 20 horas: Um Bonde Chamado Desejo – Tenesse Willians

Perdoa-me Por Traíres – Nelson Rodrigues

A Mulher Sem Pecado – Nelson Rodrigues

Dois Perdidos Numa Noite Suja – Plínio Marcos

Para maiores informações acesse: www.escolanacionaldeteatro.com.br

 

Anúncios

Tags:, , , ,

Categorias: Atena, Teatro

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Entretenimento e Responsabilidade Social entram em cena”

  1. Fabiano Martins
    16 de março de 2010 às 13:32 #

    Esse é o terceiro festival que participo e é sempre a mesma ansiedade. E isso é muito bom! Parabéns às cenas de segunda-feira e só uma correção: “O assalto” é de Zé Vicente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: