Anúncios

História do Brigadeiro

Por Diogo Leite

Aos 20 anos Eduardo Gomes ingressou na aéronautica, já formado foi um dos sobreviventes da Revolta dos 18 do Forte no ano de 1922, primeiro movimento militar armado no Brasil. No dia 5 de julho, um grupo formado por três oficias, quinze praças e um civil saiu do Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro e enfrentou a tropa governamental fortemente armada. O combate durou 30 munutos.

Quando Getúlio Vargas chegou ao poder, Eduardo Gomes criou o Correio Aério Militar, que viria ser anos depois a Força Aérea Brasileira. Em 1941 com a criação do Ministério da Aeronáutica, foi promovido a Brigadeiro, uma das patentes mais altas na época.

No final do Estado Novo, ele se candidatou as eleições presidenciais pela UDN, sendo derrotado pelo general Eurico Gaspar Dutra, ministro da Guerra de Getúlio Vargas. Se candidatou novamente em 1950, dessa vez, seu adversário foi o próprio Getúlio. Eduardo Gomes era um homem bonito,  ao contrário de Vargas, seu slogan de campanha foi “Vote no Brigadeiro, que é bonito e é solteiro.” Mesmo com o sucesso da campanha saiu derrotado.

Após o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda, em agosto de 1954, Gomes teve papel decisivo na campanha pelo afastamento de Vargas, com suícidio do Presidente, o Brigadeiro assumiu o ministério da Aeronáutica no governo de Café Filho.

Ainda nas festas, muito concorridas por sinal, para arrecadar dinheiro para sua campanha em São Paulo, sua esposa preparada uma massa doce a base de leite, ovos, manteiga, açúcar e chocolate para servir aos convidados, essa mistura fazia tanto sucesso que quando havia convocação para uma nova festa, os cabos eleitorais e amigos próximos se referiam ao “doce do Brigadeiro”.

Com o tempo, o doce ganhou nome próprio, foi chamado de Brigadeiro em homenagem ao Brigadeiro Eduardo Gomes,  o doce, foi ganhando forma e independência, logo caiu no gosto da população que logo modificou seu preparado, tirou o leite, ovos e o açúcar e acrescentou leite condensado.

O leite condensado fazia sucesso na época, substituía o açucar em várias receitas, inclusive a receita original do pudim, que é portuguesa, era com açúcar e não leite condensado.

Tempos depois, o doce, ganhou a forma arredondada e granulado, embora alguns prefiram comer na própria panela, hoje também são servidos na colher.

Desde de 1984 o Brigadeiro Eduardo Gomes é patrono da Força Aérea Brasileira.

Anúncios

Tags:,

Categorias: Cardápio de Démeter

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: