Anúncios

TPM Paulistano

A estressante e essencial São Paulo
O desabafo de quem não troca a selva de pedras por nada
Por Raquel Almada
 
 
Quem nunca se sentiu estressado em ônibus, metrô ou trem não vive em São Paulo! Mesmo que você seja o cara mais rico de SP, já teve o prazer, ou o desprazer, de andar em transporte público municipal, ou como diz uma amiga: TPM.
A sigla vem bem a calhar, pois é exatamente como nos sentimos quando estamos naqueles dias que antecedem os dias vermelhos de nossas vidas (para as mulheres, é claro!).
Digamos que nesse período, tudo perde a cor, tornando os dias preto e branco, ou só preto, que demonstra mais o que sentimos! Pois branco nos remete à paz, e paz é o último sentimento nesses momentos caóticos de nossas vidas.Eu passo por TPM todo o santo dia…e posso afirmar: perco meu bom-humor, minha paciência e minha PAZ quando estou dentro de qualquer tipo de transporte.
Tudo começa quando saímos de casa…muitas vezes carregados, com uma bolsa gigante e sempre segurando alguma coisa na mão porque não coube na bolsa, ou porque se colocasse ia pesar muito.
Aí chegamos ao ponto/ estação e a primeira coisa que pensamos: será que consigo sentar? E ainda levamos livro para ler no caminho na ilusão de que conseguiremos. Se conseguimos sentar: “Ai que ótimo!”. Mas daí o transporte começa a encher, encher, encher…
Sempre tem aquela criança adorável que fica gritando no ônibus tirando a sua concentração na leitura, aquelas pessoas com assuntos de ônibus (do estilo dos assuntos de elevador), pessoas com a bolsa/barriga na sua cara (implorando para que você segure ou que deixe ela sentar)…Enfim…ruim de pé, pior sentado…
Eu sempre seguro bolsas e afins, porque sei muito bem como é terrível se equilibrar no ônibus com uma mão só, e às vezes, com nenhuma!
Mas…quando não conseguimos um lugar ao sol p/ sentar, ficamos de PÉ…Aí vem a parte dinâmica da viagem!O sorriso se cala, a voz fica mais forte, os sentidos mais aguçados, pois qualquer coisa irrita. Pode ver que o semblante das pessoas em ônibus são sempre os mesmos…
A sensação é das piores, parece que você nunca vai chegar ao lugar… e o pequeno trajeto Barra-Funda- Sé parece um eterno trajeto, como se você estivesse indo para o Japão em uma lata de sardinha!
É nesses momentos que penso diariamente em morar no interior ou na praia… Mas será que eu troco essa selva de pedras?
Anúncios

Categorias: São Paulo

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “TPM Paulistano”

  1. Franklin Catan
    25 de setembro de 2009 às 13:49 #

    Adorei o seu blog, show de bola, objetiva e direta.. parabéns por todas as postagens que eu vi são ótimas.. estarei sempre aqui.. Um beijo até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: