Anúncios

Cinco dicas

Para onde ir esse final de semana?
 
Basta chegar quinta-feira para começar aquela dúvida: “Para onde ir esse fim de semana?”.
Rapidamente, você pega o telefone e liga para os seus amigos, inclusive os pipocas – os quais falam que vão, mas pulam fora e não aparecem- e faz a tal pergunta que não quer calar dentro de você.
A resposta é instantânea: ” Ah! Vamos no rodízio de pizza ou na balada X, Y ou Z”, ou às vezes a resposta é uma interrogação: ” Não sei. Onde você sugere?”.
Cansado da mesmice? Com a sua criatividade de férias permanente? O monotonismo Fantástico toma conta de seu final de semana há algum tempo?
Selecionamos cinco lugares excêntricos que você não pode deixar de visitar e conhecer com seus próprios olhos, cabeça, ombro, joelho e pé:

1. Ice Espaço
Como o próprio nome já diz, não é um bar “caliente”, mas um bar gelado. Mas não se assuste. Para entrar no Alasca tropical são entregues roupas adequadas na entrada. O bar é pequeno, com lotação de 20 pessoas por vez, que ficam por 30 minutos até o outro grupo chegar.
Tudo nele é feito de gelo: bancos, balcões, esculturas e os próprios copos onde são servidos coquetéis especiais e coloridos, não congelantes. Os bartenders são os únicos não glaciais. A temperatura varia entre 6ºC e -10ºC. É um espaço gostoso, com música de baladas e decoração futurista.
As paredes são de vidro, sendo possível observar o bar em anexo, que funciona do lado de fora do estabelecimento.
Fica na famosa Vila Madalena, point dos barzinhos e restaurantes, na Rua Purpurina, 46, zona oeste de São Paulo. O valor é R$30,00 com direito a uma bebida. Vale a pena entrar nessa fria!
Obs.: Está temporariamente fechado por problemas burocráticos: lentidão na concessão do alvará de funcionamento. Mas não desanime, fica a dica!

2. Sonique
Para quem curte arquitetura diferente e é um degustador de comidas excêntricas, o bar é uma boa pedida. Com o nome que lembra um famoso game (Sonic), a casa oferece comida, diversão e arte, além de, claro, música para os seus ouvidos.
O projeto arquitetônico fica por conta da Triptyque e um serviço inédito de consierge. Com mostras e performances audiovisuais variadas, agrada qualquer público. Quem comanda a festa é o DJ Du Carrasco com apresentações de bandas internacionais e nacionais.
Para os gourmets de plantão, há no cardápio wrape de shimeji com tomate, o famoso bolinho de arroz , só que recheado com Funghi, e o tradicional X- Churrasco, mas com queijo Ementhal. Quem comanda a cozinha é o chef Guilherme Schulze. Para bebericar, o cardápio é versátil, tendo o exclusivo Duble Boubble ( espumante e água com gás com sabores) e o 007 Martini (gin, vermute e vodka).
Localiza-se na Rua Bela Cintra, 461, Consolação, no coração de São Paulo. De terças e quartas a entrada é gratuita e de quinta à sábado, o valor varia de acordo com a programação.

3. Bar Higienópolis
Esse é para os que curtem ambientes ecologicamente corretos. Tudo é feito de papel reciclado: as lixeiras, almofadas e bancos e até o forro da casa. As arandelas e as luminárias também seguem a linha politicamente corretas. Uma peculiaridade do local é uma bandeira usada durante a Revolução Constitucionalista de 1932, pendurada em uma das paredes.
O público alvo é a moçada, para ir em grupo ou a dois. Toca de tango eletrônico à James Brown. Na esquina da Rua Pará com a Mato Grosso, atrás do cemitério da Consolação, próximo à faculdade Mackenzie. Coincidentemente, as porções ganharam nomes de faculdades paulistas, como é o caso da Faap, que é a porção de batata frita.
O bolinho de arroz cremoso também é divino. Agora para o inverno, uma boa pedida é um caldo e um vinho para complementar. Lá você também pode encontrar as cervejas Devassa, do rio de Janeiro e Baden Baden de Campos do Jordão.

4. Brooklyn Restaurante
Esse é para os amantes dos musicais da Broadway. Unindo criações gastronômicas com intervenções musicais. São clássicos de jazz, trechos de musicais e temas de filmes da Broadway.
A fachada é nada mais, nada menos que uma réplica original do Brooklyn, bairro americano de Nova Iorque, caracterizado pelos seus prédios de 3 andares com tijolos aparentes e escadas externas de emergência. Dentro, já é mais básico, com cortinas brancas e paredes claras.
A parte gastronômica fica por conta do chef Júnior Belém Azevedo que utiliza produtos orgânicos adquiridos diretamente dos produtores para preparar seus pratos contemporâneos.
O interessante é que os garçons não são garçons. Eles servem ao público, mas na verdade são jovens profissionais do teatro musical que como nos “spots” musicais da Broadway, cantam e interpretam em inglês.
Inaugurado em 09/09/99, o restaurante está situado no Brooklin brasileiro, na Rua Baltazar Fernandes, 54. As intervenções ocorrem de 20 em 20 minutos à partir das21:00. O mezanino comporta 146 pessoas distribuídas nas 40 mesas.

5. Brother Simion Shop
Não podia faltar um bar mais sossegado, para os que curtem baladas alternativas.
A peculiaridade desse bar é que não vende bebida alcoólica nem pode fumar lá dentro.
No andar de baixo, tem uma loja de roupas com diversos itens diferentes como blusas, óculos de sol, braceletes das grifes ” Saved” e God’s Girl, criadas pelo dono da casa.
No segundo piso, fica o ” Coffee”, que é o bar, onde você pode comer açaí, hambúrguer, batata frita e bebericar refrigerante, suco, água ou chá gelado. O palco fica de frente para o bar, com um vidro que dá para ver a rua ao fundo, onde se apresentam bandas convidadas.Em cima, tem um mesanino, chamado “Lounge”, nas duas laterais da casa, com pufs, sofás, onde você pode ter umas visão panorâmica do lugar, que lota de fim de semana.
O som, bem eclético, fica por conta de bandas de rock, reggae, hip hop , alternadas com DJ’s, tudo gospel. Completou um ano no dia 1º de maio, com um público além das expectativas. O ambiente, como o próprio nome já diz, é do cantor de música gospel e empresário Brother Simion.
Localiza-se no centro dos Jardins, na Alameda Lorena, 2132. O valor de entrada é R$ 7,00. Abre de terça à sábado a partir das 14:00, e de sexta e sábado, fica até mais tarde (sexta até 23:00 e sábado até 3:00). Estão temporariamente fechados, mas a festa nunca vai acabar! Em breve voltará a funcionar.

 

Anúncios

Categorias: Coliseu Paulista

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: