Anúncios

Britânicos abrem cofre público

200 parlamentares britânicos usaram dinheiro para fins particulares

Por Jéssica Oliveira

O escândalo começou há algumas semanas, no dia 8, quando o jornal conservador The Daily Telegraph publicou que 200 dos 646 membros do Parlamento haviam usado verbas públicas para fins particulares.
A denúncia do uso indevido do dinheiro público pelos deputados da Câmara dos Comuns (Câmara Baixa Britânica) – todos os partidos – revelou detalhes sobre as despesas desde 2004.
Segundo a BBC Brasil, entre as denúncias estão as de que os políticos usaram o dinheiro do auxílio-moradia, para quitar prestações e reformas da própria casa. Além de algumas despesas “desnecessárias” – alguns parlamentares e ministros que, por exemplo, usaram dinheiro público para pagar filmes pornográficos, comprar esterco de cavalo e coroas de flores para soldados mortos.
O escândalo afetou os principais partidos políticos, mas diretamente o Trabalhista, após 12 anos no poder. A pressão da população e do parlamento foi tanta, que Michael Martin, presidente da Câmara dos Comuns anunciou na terça-feira, 19, sua renúncia, foi a primeira vez em 300 anos – em 1695 John Trevor foi “demitido” por aceitar suborno – que um presidente do Parlamento britânico se viu obrigado a renunciar ao cargo. O “peso” da renúncia de Martin equivale à abdicação de um monarca ou ao impeachment de um presidente.
“A fim de manter a unidade (da Câmara), decidi renunciar ao cargo de ‘speaker’ no domingo, dia 21 de junho” – afirmou Martin. Fonte: Estado de S.Paulo
O assunto divide opiniões a respeito de Martin. A oposição conservadora o acusa de que suas ações contribuíram para desprestigiar o parlamento. Por outro lado, seus defensores afirmam que ele tem sido apenas um bode expiatório, onde muitos são os culpados.
Fato é que, Michael Martin teve suas “despesas pagas” também, dentre elas, corridas de táxi feitas por sua mulher quando fazia compras. Tudo indica que há muita sujeira sob o tapete. De acordo com o Daily Telegraph, as apurações continuam sendo feitas e novas despesas abusivas foram comprovadas.
A ex-ministra da Educação Rurh Kelly, que pediu verba de milhares de libras para reformar sua casa após uma inundação, embora a residência estivesse sobre proteção de um seguro. Já o deputado conservador Sir Peter Viggers utilizou o equivalente a 1,85 mil euros para uma ilha flutuante no tanque de sua casa de campo para seus patos e outros 33 mil euros para despesas de jardinagem, comida de cachorro, almofadas, roupas femininas, fraldas e reforma de piscinas.
Outros registros indicam gastos de US$ 38 mil com segurança, US$ 3 mil com encanamento e até o pagamento de US$ 9,8 mil para os serviços de uma faxineira – este último feito pelo primeiro-ministro britânico Gordon Brown antes de assumir o cargo.
A farra com o dinheiro público irritou os eleitores britânicos e ameaça o resultado das eleiçoes locais. Alguns políticos pediram a dissolução do Parlamento e pressionaram Brown a antecipar as eleições, que devem ocorrer em meados de 2010. Sobre o escândalo, ele pediu desculpas.
“Eu quero pedir desculpas em nome dos políticos pelo que ocorreu”, afirmou Brown.

– Fonte: Estado de S.Paulo

Cameron x Brown
No dia 13, alguns acusados de abuso do dinheiro público prometeram pagar o que devem ao governo. A decisão foi tomada um dia depois do líder conservador, David Cameron, pedir aos integrantes do seu partido que devolvessem todo o dinheiro usado para cobrir despesas particulares. Especialistas elogiaram a atitude de Cameron, aumentando ainda mais a pressão sobre Brown do partido Trabalhista. Ambos estão sobre grande pressão para “limpar a imagem” do Parlamento.

Quanto eles ganham
Integrantes do Parlamento britânico ganham, por ano, o equivalente a US$ 92.795. Nos últimos 12 meses, eles tiveram direito a um auxílio adicional de US$ 200 mil para cobrir gastos de gabinete, incluindo salários de assessores e despesas de moradia. Nos EUA, membros da Câmara dos Representantes recebem US$ 174 mil por ano, além de benefícios calculados em US$ 1,4 milhão para pagar as contas de seus escritórios. No Brasil, o salário anual dos deputados federais é de pouco mais de R$ 200 mil (cerca de US$ 95 mil) – maior do que na Grã-Bretanha. Para gastos adicionais, porém, os brasileiros dispõem de uma verba de cerca de R$ 1 milhão (US$ 480 mil) – mais do que o dobro da recebida pelos colegas britânicos -, além do dinheiro extra para passagens aéreas.

Afastados do parlamento britânico
Com um pedido de demissão o conservador Andrew Mackay, um dos principais conselheiros de Cameron, foi o primeiro a ser afastado e sua mulher, a também deputada Julie Kirkbride, do mesmo partido, desistiu de participar das próximas eleições. O ex-ministro da agricultura e presidente da Comissão de Energia e Clima do Parlamento, Elliot Morley, foi suspenso pelo Partido Trabalhista, que no dia 16 suspendeu também David Chaytor que assumiu 13 mil libras de uma hipoteca que já havia pago.
Margaret Moran, do partido trabalhista anunciou ontem seu afastamento, e sobre o assunto diz-se má informada pelo escritório financeiro do parlamento.
No dia 15, o ministro da Justiça, Shahid Malik, foi suspenso por gastar US$ 98 mil em auxílio moradia em três anos. Sobre o assunto, Malik disse à BBC que não fez nada de errado.
“Eu não tenho nenhuma razão para me desculpar. Não fiz nada de errado.”
Enquanto os partidos se enfrentam em busca de soluções para reforma do sistema político e as revelações aparecem, o líder liberal-democrata Nick Clegg disse que os membros do parlamento deveriam desistir de suas férias de verão até que a situação seja resolvida.

Anúncios

Categorias: Hermes, Internacional

Pandora nas redes sociais

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: